Shantal sobre risco de parto prematuro: “Cada dia que o bebê passa na minha barriga é uma conquista”

A influencer está grávida do segundo filho com Mateus Verdelho, com quem já tem Filippo, de 2 anos

Resumo da Notícia

  • Shantal Verdelho explicou nas redes porque ficou internada por mais de duas semanas
  • A influencer está grávida de 6 meses de seu segundo filho com Mateus Verdelho
  • Com o marido, ela já tem Filippo, de 2 anos

Shantal Verdelho usou o próprio Instagram na manhã desta terça-feira (15) para explicar aos seguidores o motivo de ter ficado internada por mais de duas semanas. A influencer está grávida de 6 meses de seu segundo filho com Mateus Verdelho, com quem já tem Filippo, de 2 anos.

-Publicidade-

“Há 16 dias, basicamente, entrei em trabalho de parto prematuro. Estava com contrações de dois em dois minutos, sem parar. Elas foram suficientes para encurtar o colo do útero pela metade da medida que eu apresentava nos meus ultrassons. Eu estava com apenas 25 semanas de gestação, se o bebê nascesse aquele dia, seria muito arriscado. Fizemos um protocolo para dessensibilizar o útero, inibir as contrações e poder voltar pra casa (fiquei três dias internada). Após esse procedimento, tive alta, porém, em casa, as contrações voltaram e eu voltei ao hospital para me internar novamente. E fiquei mais doze dias internada e meu médico buscou outras alternativas para dessensibilizar o útero. De forma ‘lenta’ fazendo um desmame, bem aos poucos, dos remédios que inibem as contrações que relaxam o útero, além de repouso relativo (eu só poderia levantar da cama para ir ao banheiro e nada mais)”, disse.

Shantal explica período de internação no 6º mês de gravidez (Foto: Reprodução/ Instagram)

A influenciadora contou que o processo foi muito difícil e que ela passou muito mal com os remédios, que deram falta de ar e sensação de taquicardia. Nesta segunda (14), ela teve alta hospitalar, mas as contrações voltaram. “E o medo de ser internada novamente veio com tudo. Procurei me acalmar, controlar mente, alma e corpo e elas se acalmaram novamente. Em resumo, meu útero está extremamente sensível. Isso significa que cada dia que o bebê passa na minha barriga é uma conquista”, afirmou.

Ela ainda agradeceu ter condições de ter um bom plano de saúde e poder ter uma tratamento médico “impecável” para salvar o bebê. “Gostaria que todos tivessem essa oportunidade também”, declarou ela, que agora tem feito orações para que a gravidez chegue, pelo menos, a 32 semanas.

Para concluir, ela elogiou o apoio do marido. “Sem palavras ao Mateus, que está cuidando de mim como um anjo. Ele, literalmente, teve que me levar ao banheiro algusn dias, me secar, me trocar, me dar comida na boca”, disse ela, que contou que ele fez ainda uma supresa de Dia dos Namorados no hospital.