Tatá Werneck mostra rosto da filha e fãs apontam semelhança com Rafa Vitti

A humorista está no 6° mês da gestação

Rafa Vitti e Tatá Werneck estão esperando a primeira filha (Foto: Reprodução / Instagram)

Na quinta-feira, dia 27 de maio, Tatá Werneck foi ao médico para realizar a ultrassonografia morfológica. A atriz, que está no 6° mês da gestação, compartilhou o momento com os seguidores e se divertiu com a pose da filha, fazendo refêrencia a amiga Marília Mendonça que também está grávida. Na foto da ultra da primeira filha da humorista, fruto do relacionamento com o ator Rafa Vitti, está com a mão na testa – mesma posição de “sofrência”, conhecida pelas músicas sertanejas. Olha só:

-Publicidade-

Marília Mendonça engravidou e é minha bebê que já tá na sofrência (eu choro que nem uma idiota na ultra. Filha mamãe ama muito! Quando vc souber ler e o Instagram for por telepatia, saiba que mamãe ama mto! Mamãe é esquisita, mas papai é normal. Estas segura)”, disse sem perder o humor de sempre. Alguns seguidores disseram que a mão da bebê, parecia um pé, mas Tatá tranquilizou. “É uma mão. Sei que parece um pé, mas na ultra só uma mãe consegue ver tudo claramente. Hoje foi dia de morfológica e tá tudo graças a Deus, pai amado!”.

Tatá Werneck fez um ultrassom hoje (Foto: reprodução / instagram)

Muitos seguidores já perceberam semelhança entre a bebê e Rafa Vitti, noivo de Tatá. “É a cara dele, gente”, escreveu uma seguidora. “Tem o nariz do meu irmão, eu sabia”, disse o tio babão nos comentários das fotos. O perfil do Multishow, canal de TV onde o programa de Tatá é transmitido, não ficou de fora da brincadeira e fez questão de dar opinião também. “Ela tem cara de Bia, “a que traz felicidade”, afirmaram. Se for pelo significado, com certeza estão certos!

-Publicidade-

Pelos Stories, Tatá já tinha comentado que iria fazer a ultrassom morfólogica e inclusive confessou que a bebê não parava de se mexer.

Ultrassom

Um momento muito esperado na gravidez é quando os pais podem ver imagens do bebê pela primeira vez. Isso acontece por meio da ultrassonografia, exame que emite ondas de som de alta frequência para visualizar as estruturas internas do corpo em tempo real. É um dos mais importantes e solicitados exames do pré-natal. Segundo Waldir Santos Monteiro Lima, pai de Bárbara, Juliana e Rodrigo, ultrassonografista da Unimed Juiz de Fora, é essencial para saber se o desenvolvimento do bebê está de acordo com o esperado para cada fase, além de ser indispensável em todos os trimestres da gestação.

1º trimestre

Por volta de seis ou sete semanas é realizado o primeiro ultrassom para ver se a gestação está se desenvolvendo dentro ou fora do útero e o tempo de gestação “O ideal é que seja feito o exame transvaginal, porque permite ter uma visualização melhor”, diz o especialista.

Entre 11 e 14 semanas, a mulher volta a ser examinada com a ultrassonografia da translucência nucal, líquido na nuca que aparece apenas nesta época. O resultado mostra as chances de haver alterações cromossômicas. Neste mesmo exame, o médico verifica o osso nasal do bebê, que também pode apontar alterações.

2º trimestre

Nesta etapa, é a vez da ultrassonografia morfológica, que deve ser feita entre 20 e 24 semanas. Ela é bem detalhada para analisar se há malformações estruturais. Ou seja, vai avaliar membros inferiores, superiores, a parte cardíaca, a face, o cérebro, etc. Junto com este, também é feito o chamado Doppler das artérias uterinas, que vê o fluxo de sangue que está indo para o útero da mãe.

3º trimestre

Mais perto da reta final, analisa-se o grau de amadurecimento da placenta e o Doppler do cordão umbilical, para verificar se o bebê está pronto para nascer. “Se há um amadurecimento muito precoce, pode haver deficiência de passagem de sangue para o neném, que vai se desenvolver menos”, explica Waldir. Também é avaliado o índice do líquido amniótico, que mantém uma proteção física dentro do útero. Ele é importante para o desenvolvimento dos rins, hidratação do bebê e amadurecimento dos pulmões

Além desses quatro exames citados, a mãe pode realizar outros, conforme a indicação médica ou a ansiedade de descobrir o sexo da criança, por exemplo. Isso pode ser revelado durante o exame morfológico, mas também é possível antecipar, por volta de 16 semanas de gestação

Leia também:

Tatá Werneck mostra barriga de grávida pela primeira vez

Tatá Werneck fala que vomitou em médico durante consulta e brinca: “Configura falta de educação?”

Tatá Werneck diverte ao abrir o jogo sobre como contou à Rafa Vitti que estava grávida

-Publicidade-