Tireoidite pós-parto: o que é, sintomas e como tratar a doença que atinge 10% das grávidas

É comum que essa doença apareça logo no primeiro ano após a gravidez

Resumo da Notícia

  • O corpo da mulher muda muito durante e depois da gravidez
  • Tireoidite pós-parto pode aparecer no primeiro ano após a getação
  • Alguns sintomas estão relacionados à pele seca, alterações de memória e diminuição de energia

Desde o dia que se descobre a gravidez a gente sabe que estão por vir várias mudanças no corpo. Mas as transformações de mulher em mãe não acabam logo depois do parto. O puerpério também é uma fase de adaptações que exigem atenção e cuidado, assim como o período da gestação.

-Publicidade-
O corpo da mulher sofre várias alterações durante e depois da gestação
O corpo da mulher sofre várias alterações durante e depois da gestação (Foto: freepik)

É comum que no primeiro ano após a gravidez, mulheres desenvolvam um distúrbio conhecido como tireoidite pós-parto. Essa doença tem característica autoimune e provoca uma inflamação do tecido tireoidiano. Ela pode aparecer através do hipertireoidismo transitório, do hipotireoidismo transitório ou até de um ciclo entre ambas doenças. “É mais provável que aconteça em mulheres que já tiveram problemas na tireoide”, aponta Dr. Igor Padovesi, ginecologista e obstetra, pai de Beatriz e Guilherme, embaixador e colunista da Pais&Filhos.

O que causa a tireoidite pós-parto?

A Dra. Rosália Padovani, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo – SBEM-SP, explica que a tireoidite pós-parto acontece porque, durante a gestação, fisiologicamente o sistema imunológico da mulher fica “suprimido”, ou seja, as células de defesa se organizam para não combater o bebê, que é um corpo estranho dentro do organismo da mulher. Após o nascimento do bebê, essas células voltam a se reorganizar e ocorre um “rebote imunológico” e é, neste momento, que as doenças autoimunes podem aparecer.

Rosalia ainda destaca a importância do acompanhamento do caso com um endocrinologista para melhor avaliação. “A tireoidite pós-parto acomete de 5,5 % a 11,3 % das mulheres entre o 3º e 6º mês pós-parto. Neste período, é importante a mãe ficar atenta a alguns sinais e sintomas que podem ser fundamentais para o diagnóstico do médico”, aconselha a especialista.

Sintomas

Na sua forma clássica, é comum que as mulheres com tireoidite pós-parto apresentem hipertireoidismo transitório (aproximadamente 3 meses após a gestação), em que a paciente pode sentir fadiga, palpitações, intolerância ao calor, seguida de uma fase de hipotireoidismo transitório (cerca de 9 meses após a gestação), em que a mãe pode apresentar sintomas como alteração da concentração, falta de interesse e preocupação, pele seca, alterações de memória e diminuição de energia. Entre esse período, é provável que os níveis hormonais estejam normais.

Médico examinando grávida
A tireoidite pós-parto pode aparecer através do hipertireoidismo transitório, do hipotireoidismo transitório ou até de um ciclo entre ambas doenças (Foto: iStock)

Ainda que muitas mulheres acometidas por essa doença estabilizem os níveis hormonais após um ano, estudos de longo prazo mostram que mais de 20% das mulheres podem desenvolver hipotireoidismo nos próximos anos seguintes.

Segundo a endocrinologista Rosália Padovani, poucas mães conseguem perceber que esses sintomas possam estar relacionados à alguma disfunção tireoidiana, pois nesse período é comum que a mulher esteja com sua atenção 100% voltada ao bebê, sentindo-se mais cansada e, algumas vezes, ansiosa ou até deprimida. Por isso, é superimportante fazer consultar o médico frequentemente.

“O médico endocrinologista precisa acompanhar de perto estas pacientes e avaliar se o quadro vai evoluir para um hipotireoidismo permanente ou recorrência em uma eventual gestação posterior”, alerta Dra. Rosália.

Depressão pós-parto

Existe uma relação entre a tireoidite pós-parto e o desenvolvimento da depressão pós-parto. “Mulheres com esse quadro podem ter mais chances de ter um quadro de depressão porque, no caso do hipotireoidismo, falta dos hormônios tiroidianos, alguns dos sintomas que podem se confundir com o quadro de depressão pós-parto é uma sensação de falta de energia, de desânimos, de cansaço e sonolência excessiva”, diz Dr. Igor Padovesi.