Xô, varizes! Como cuidar das pernas na gravidez e prevenir o problema

Durante a gravidez, o corpo passa por diversas mudanças e os cuidados precisam ser redobrados. Com as pernas, não é diferente! Veja o que fazer para evitar que as varizes apareçam e entenda por que o incômodo vai muito além da estética

Resumo da Notícia

  • As varizes podem aparecer na gravidez por causa das mudanças no corpo da mulher
  • A boa notícia é que com alguns hábitos simples é possível evitar o problema
  • As meias de compressão graduada também são uma ótima alternativa para prevenir as varizes na gravidez

Você sabia que 45% das mães possuem varizes durante a gravidez? O problema, que acontece com mais frequência nos três últimos meses da gestação, ocorre por causa do aumento do volume de sangue circulando no organismo, alterações hormonais, pressão do útero sobre as veias e ainda o aumento de peso.

-Publicidade-

A partir de todas essas mudanças acontecendo no corpo, as pernas podem acabar acumulando água em excesso, contribuindo para o surgimento das tão temidas varizes. Mas, calma! A boa notícia é que com alguns cuidados simples é possível prevenir esse problema.

Muito além da estética

Apesar do surgimento de vasinhos avermelhados, azulados ou em forma de teias de aranha, as varizes podem causar um incômodo que vai além da estética. É bastante provável a sensação de peso e cansaço nas pernas, queimação, inchaço, cãimbra, coceira, formigamento e dor.

As varizes podem aparecer na gravidez por causa de todas as mudanças no corpo da mulher (Foto: Shutterstock)

Geralmente, é comum que o desconforto aconteça depois de longos períodos de inatividade. Nos casos mais graves, as varizes podem levar à formação de feridas, também conhecidas como úlceras venosas, e modificação na coloração e qualidade da pele.

Varizes na gestação e varizes da gestação: existe diferença?

As varizes podem ser classificadas de duas maneiras, sendo a primeira as varizes na gestação, ou ainda as varizes da gestação. Apesar dos sintomas serem os mesmos, as situações em que cada uma delas acontece é diferente, olha só:

  • Varizes na gestação: são aquelas que já existiam antes mesmo da gravidez, mas aumentaram nesse período tanto em volume ou em quantidade.
  • Varizes da gestação: neste caso, elas não existiam antes da gravidez e acabaram aparecendo em função das alterações do corpo, como aumento de peso, volume de sangue, pressão do útero, entre outros.

Como prevenir varizes na gravidez

Assim como as outras partes do corpo, as pernas também merecem atenção! Prevenir é sempre melhor que remediar (fato!) e com alguns cuidados é possível evitar esse desconforto. Por isso, adote hábitos como:

  • Faça exercícios físicos leves
  • Mantenha uma alimentação balanceada
  • Não passe muito tempo em pé
  • Deixe as pernas levemente elevadas enquanto estiver sentada
  • Invista em meias de compressão graduada

O papel das meias de compressão graduada na gravidez

Apesar de não eliminar as varizes, as meias de compressão graduada podem ajudar a preveni-las (e muito!). Podendo ser usadas no dia a dia, em viagens e para pessoas que ficam muito tempo em pé ou sentadas, as meias Kendall possuem a tecnologia UltraPro, que além de adaptar-se à temperatura, proporciona uma proteção duradoura, higiênica, trazendo a sensação de bem-estar e comodidade para a gestante.

As meias de compressão graduada podem ajudar a prevenir as varizes na gravidez (Foto: Divulgação)

Além disso, elas estão há mais de 50 anos no Brasil e são comprovadamente prescritas por médicos para a prevenção de problemas vasculares nas pernas. Para a indicação correta de uso, é muito importante conversar com um médico angiologista e com o seu obstetra.

O que acontece no pós-parto?

Na maioria dos casos, as varizes tendem a desaparecer sozinhas no pós-parto, mas é muito importante que os mesmos cuidados de prevenção na gravidez continuem sendo feitos. Antes de cogitar qualquer tipo de tratamento, é importante esperar por três meses, até que o útero retorne ao seu tamanho normal.