Mais

Bate-Papo Pais&Filhos Escola: conheça os especialistas que formaram a mesa-redonda

A primeira edição do evento aconteceu no dia 29 de agosto, na Unibes Cultural, em São Paulo

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

A escolha da escola para as crianças nem sempre é uma tarefa fácil. São várias opções, métodos de ensino e instituições com caminhos diferentes, das mais tradicionais às inovadoras. Como escolher o método ideal? Como procurar o colégio que se encaixa melhor nos ideais da família? A instituição acompanha a demanda da sociedade? Estamos educando para o passado ou futuro?

As dúvidas são infinitas, mas a Pais&Filhos está aqui para levantar esse assunto, informar e ajudar esses pais e mães a encontrarem a melhor saída. E essas serão algumas das perguntas levantadas durante o Bate-Papo Pais&Filhos – Escola.

A primeira edição do evento aconteceu no dia 29 de agosto, na Unibes Cultural, em São Paulo, das 9h às 13h. Discutimos o tema em uma mesa-redonda com especialistas de diferentes linhas de ensino. Eles trouxeram suas visões, além de contar novidades e informações sobre o assunto, esclarecendo e tirando dúvidas da audiência.

A abertura foi feita por Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, e em seguida tivemos uma mesa-redonda para discutir o papel dos pais e da escola na construção da educação dos filhos. conheça os especialistas que formaram a mesa-redonda “O caminho do meio: o papel da escola e dos pais”:

Daniel Cleffi, Head do Google For Education na América Latina

(Foto: Divulgação)

Liderou a área de Parceiros, Vendas, Governo e Educação na Microsoft. Em 2014, fundou a MadCode, um sistema de ensino de programação para crianças e jovens, que acabou sendo vendido em 2017 para uma rede de ensino de idiomas.

Priscila Torres, diretora acadêmica da Escola Concept Brasil

(Foto: Divulgação)

Também é diretora geral da Escola Concept São Paulo, com experiência em educação bilíngue no Brasil e nos Estados Unidos. Foi vice-diretora da North Broward Preparatory School, na Flórida. Possui bacharelado de Administração de Empresas e licenciatura em Educação, pós-graduação em Liderança e Supervisão com foco em Tecnologia pela Johns Hopkins University, mestrado em Educação Internacional pela Framingham State University, curso de especialização em Liderança e Administração Escolar pela Harvard School of Education.

Silmara Casadei, diretora geral pedagógica no Colégio Visconde Porto Seguro

(Foto: Divulgação)

Doutora em Educação pela PUC-SP. MBA em Desenvolvimento e Gestão de Pessoas — FGV. Membro da Academia de Letras da Grande São Paulo e do Conselho de Paz do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.

Maria Cecília Migliaccio, coordenadora pedagógica do Centro Educacional Objetivo

(Foto: Divulgação)

Graduada em em Pedagogia pela FEUSP, mestre em Filosofia pela UnB e pela Universitá Pontifícia – Itália. Foi tutora do curso de gestores da Redefor-USP. Tem experiência nas áreas de Desenvolvimento Humano nas Organizações, Educação e Filosofia como professora, coordenadora e diretora escolar, com ênfase em Tecnologia Educacional, Robótica Educativa e Capacitação de Professores e Gestores.

Ao final, Taís e Roberta Bento, mãe e filha, embaixadoras e colunistas da Pais&Filhos, fundadoras do SOSEducação e especialistas em educação e neurociência cognitiva, vão consolidar as ideias debatidas com novidades e insights.

(Foto: Divulgação)

Programação
9h – Abertura
9h30 – Mesa-redonda
11h00 – Perguntas
11h30 – Consolidação
12h30 – Perguntas
13h00 – Encerramento

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através deste link. Mas corre, porque as vagas são limitadas, ok?

Bate-Papo Pais&Filhos – Escola
Data: 29/08/2019
Horário: das 9h às 13h
Local: Rua Oscar Freire, 2.500 – Espaço Cultural Unibes – São Paulo.

Leia também:

Learning in Depth: programa de educação internacional chega ao Brasil pela primeira vez

Professora finalista do Nobel de Educação’ diz que filha a inspirou: Vontade de transformar o mundo

“Os primeiros e mais importantes educadores de uma criança são os pais, não os professores”