Mais

Bonecas reborn: a febre da criançada!

Você sabia que elas surgiram no final da Segunda Guerra Mundial?

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

reborn

(Foto: Priscilla Amorim)

As bonecas Reborn são a nova febre entre crianças e mães. Feitas à mão, elas são idênticas aos bebês de verdade, ultrarrealistas, e muita gente confunde com eles na rua. É um fenômeno que surgiu no mercado de “brinquedos”. As aspas são de propósito: essas bonecas nem sempre são para brincar, muita gente coleciona.

Elas surgiram no final da Segunda Guerra Mundial, e o nome, reborn, significa renascer. No início, eram feitas com pedaços de outras bonecas que as mães desmontavam e montavam para criar novos brinquedos pros filhos. Como na época ninguém tinha dinheiro para comprar bonecas novas e tudo estava destruído, foi essa a solução que acharam. Não se sabe ao certo quem começou com a ideia, mas ela foi se popularizando pelo mundo todo.

Com o passar dos anos, a fama das Reborn cresceu e algumas pessoas começaram a customizar bonecas comuns, lixando a pintura, tirando os olhos e trocando o cabelo, tudo para que elas ficassem mais realistas. No Brasil, a arte de fazer bonecas Reborn surgiu na mídia há cerca de dez anos, mas elas já estavam por aqui muito antes, uns vinte anos atrás.

Hoje, tanto no Brasil como em outros países é um trabalho de artista. A grande procura pelas bonecas abriu um mercado para comerciantes venderem um kit, chamado Newborn. O kit apresentava a carcaça da boneca, sem tinta, olhos e cabelo, tudo desmontado, para que o artista fizesse do zero. As bonecas podem ser suas fiéis companheiras, indo com você em visitas ao shopping ou passeios no parque! Mas o bom dessa reprodução quase perfeita de um bebezinho de verdade é que não é necessário trocar a fralda. Ufa!

As artistas que produzem as bonecas enviam junto com o produto um manual de cuidados, pois elas são tão frágeis quanto um bebê de verdade. Muita gente chega a comprar o enxoval completo das artesãs que fazem as Reborn, e avisam que todas as peças que acompanham o bebê devem ser tratadas com o mesmo cuidado, principalmente na mão de crianças pequenas.

*Por Jade Lourenção

Essa matéria foi publicada na seção Mundo deles da edição 575

Leia também:

10 bonecas falantes para tornar a brincadeira ainda mais divertida

Conheça as bonecas que viraram febre no Brasil e no mundo

Xô preconceito! Meninos que brincam de boneca podem ficar mais carinhosos