Mais

Dar as mãos pode sincronizar ondas cerebrais e aliviar a dor

Pesquisa releva o poder e a importância do toque humano

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

couple-holding-hands-picture-id658582464

(Foto: iStock)

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Colorado Boulder e da Universidade de Haifa, descobriu que quanto mais empatia um parceiro sente pelo outro em um momento de dor, mais suas ondas cerebrais ficam sincronizadas e mais a dor desaparece.

Para a realização desse estudo, Pavel Goldstein, autor principal da pesquisa, e seus colegas da Universidade de Haifa recrutaram 22 casais heterossexuais, de 23 a 32 anos, que estiveram juntos por pelo menos um ano e colocaram vários cenários de dois minutos à medida que mediam a atividade das ondas cerebrais. Os cenários incluíam sentar-se juntos, não tocando; sentados de mãos dadas; e sentado em salas separadas. Então eles repetiram os cenários quando a mulher sofreu uma leve dor de calor no braço.

Essa é a primeira busca que analisou a sincronização das ondas cerebrais no contexto da dor e oferece uma nova visão do papel que o toque tem de cura.

Leia também: 

Sexo depois do nascimento do bebê é essencial para a vida do casal

Estudo comprova que as mulheres são realmente mais fortes que os homens!

Pais com 4 filhos ou mais são mais felizes, segundo estudo

 

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não