Adoção ilegal

Polícia investiga páginas ilegais com esquema de adoção de crianças

-Publicidade-

Uma página criada no Facebook no início deste mês despertou a atenção de autoridades da Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) por se apresentar como um espaço para a venda e adoção ilegal de crianças. A página “Quero doar. Quero adotar seu bebê – Recife PE” foi feita por usuários do Facebook que moram no Recife.

Segundo informações do jornal Diário de Pernambuco, a página, que já não aparece mais ativa, oferecia um bebê por preços entre R$ 6 mil e R$ 10 mil. No esquema, que nem sempre fica explícito, mulheres anunciam a gestação afirmando não terem como cuidar da criança.

-Publicidade-

Outras páginas na mesma rede social se apresentam como um meio para que pessoas que queiram doar as crianças encontrem alguém que queira adotar. A página “Quero doar meu bebé” reúne pessoas que se apresentam como potenciais pais adotivos que passam informações pessoais como telefone e e-mail para serem “avaliadas” pelos pais biológicos da criança.

No Brasil, a adoção deve seguir protocolos oficiais e os interessados em adotar devem procurar uma Vara da Infância e Juventude para entrar com o processo legalmente. Veja como funciona o passo a passo da adoção 

-Publicidade-