Atriz Gabz, ex-Malhação, relembra casos de racismo na televisão quando criança

A jovem, artisticamente conhecida como Gabz, recebia comentários preconceituosos em sua carreira ainda nova

Resumo da Notícia

  • A atriz contou que sofria racismo por conta de sua aparência e cabelo quando criança
  • Na televisão, Gabz ignorou tal consequência e cresceu ainda mais na carreira

Aos 23 anos, a atriz que fez Jaqueline em ‘Malhação – Toda Forma de Amar’ relatou que ouvia comentários racistas quando era criança e atuava em novelas da TV Globo. Gabz, em tempos onde as pautas raciais não eram devidamente discutidas, ouvia comentários sobre sua aparência de forma negativa, como “Seu cabelo é ruim” ou “Se mudar o cabelo, vai ser menos feia”.

-Publicidade-
GABZ
Gabz já participou de novelas como ‘Páginas da Vida’ e ‘Viver a Vida’ (Foto: Reprodução/Instagram/@ehagabz)

A artista cresceu na periferia do Rio de Janeiro e decidiu focar na carreira atual; fez teatro e é modelo, sempre tendo apoio dos pais e foi com a família que a jovem conseguiu achar refúgio. “Meu pai me conta da primeira vez que ele viu acontecer. A gente estava brincando em uma pracinha. Em dado momento, eu criei uma brincadeira e uma criança comentou que meu cabelo era ruim. Criei travas emocionais. As pessoas não me davam a chance de ser alguma coisa”, comentou Gabz.

Com 6 anos, Gabrielly iniciou a vida na televisão. Inaugurou a carreira no cinema com sua personagem Thayane em  ‘Xuxa em Sonho de Menina’ e participou de novelas importantes da Rede Globo, como ‘Páginas da Vida’ e ‘Viver a Vida’. Sua participação mais relevante e recente foi em ‘Malhação – Toda Forma de Amar’.

Gabz, criança, atuando em novela
Gabz, criança, atuando em novela (Foto: Reprodução/Twitter)

Após um fã postar uma foto de Gabrielly nas redes sociais atuando em uma obra, a atriz comentou: “Gente, quando eu lembro que nessa época eu sofria um bullying absurdo na escola por ser “feia” e ter cabelo “ruim”, eu fico “kkk”. Cara, o racismo é ridículo porque eu era uma criança LINDA DEMAIS, SIM!!!”, relembrou a artista sobre os casos na infância. Na época, interpretou Helena, a personagem de Taís Araújo quando criança.

Gabz revelou uma situação cotidiana para crianças negras no Brasil e no mundo. Crescer e sobreviver em um mundo lotado de padrões carrega um peso para todos que vivem essa realidade distante. A atriz, atualmente aos 23 anos, usou tal experiência para crescer na vida da atuação e ter orgulho de sua arte.