Notícias

Boa notícia: meninos tailandeses deixam hospital antes do previsto

Os garotos e o treinador estão bem e falaram pela primeira vez com a imprensa em uma coletiva

Marina Paschoal

Marina Paschoal ,Filha de Selma e Antônio Jorge

(Reprodução BBC)

(Reprodução BBC)

Que boa notícia! Os doze meninos e o treinador que sobreviveram em uma caverna na Tailândia receberam alta do hospital na última quarta-feira (18), um dia antes da data prevista pelos médicos anteriormente. Durante os dias de internação o grupo do time de futebol “Javalis Selvagens” se recuperou dos vários dias de jejum forçado e algumas infecções. O quadro de saúde deles é considerado bom e logo após a alta deram uma entrevista coletiva, onde falaram pela primeira vez com a imprensa.

“O motivo de se realizar uma entrevista coletiva é que os meios de comunicação têm muitas perguntas e depois (os meninos) poderão voltar para sua vida normal, sem o assédio dos jornalistas”, declarou o porta-voz do governo Sunsern Kaewkumnerd à AFP. Levando isso em consideração, essa não foi uma coletiva de imprensa tradicional, pois teve a presença de especialistas e o monitoramento das perguntas, que foram enviadas ao departamento de relações públicas da província de Chiang Rai antecipadamente para uma análise feita por psiquiatras. Por recomendação médica, os meninos deverão evitar o contato com a imprensa por pelo menos um mês após o retorno para casa.

Entrevista

Sorridentes, os meninos se apresentaram um a um, falando seus nomes e posições em campo. Adul, o único menino do time que fala inglês e que tem 14 anos, disse aos repórteres que tudo o que ele conseguia dizer quando o grupo foi encontrado pelos mergulhadores britânicos foi “hello”, em português, “olá”. “Tentava não pensar em comida, me dava mais fome”, um deles disse. Em sua maioria, segundo a BBC, os meninos disseram que aprenderam muito com a experiência. Um deles prometeu ser “mais cuidadoso e viver a minha vida ao máximo”, enquanto outro disse “essa experiência me ensinou a ser mais paciente e forte”.

O treinador da equipe, Ekapol Chantawong, prestou homenagem a Samuan Kunan, mergulhador voluntário que acabou morrendo durante o resgate. “Estamos impressionados que ele sacrificou sua vida para nos salvar para que pudéssemos viver nossas vidas. Quando ouvimos as notícias, ficamos chocados”, disse. “Ficamos muito tristes. Sentimos que causamos tristeza à sua família”, finalizou.

Entenda o caso

No dia 23 de junho, doze adolescentes de um time de futebol, entre 11 e 16 anos de idade, e seu treinador desapareceram na Tailândia. Mas como? Bom, eles saíram para uma excursão pelo complexo de cavernas de Tham Luang, no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai e ficaram presos depois de uma forte chuva que inundou o local.

Depois de 9 dias de busca e da mobilização de uma equipe com mil socorristas de diversos países – sendo 17 deles experientes em resgate e sobrevivência da Força Aérea dos Estados Unidos e três especialistas de mergulho em cavernas da Grã-Bretanha – os 13 foram encontrados em bom estado de saúde, apesar de terem ficado todo esse tempo sem comer. Ufa!

(Foto: Reprodução do Facebook)

(Foto: Reprodução do Facebook)

Vídeo de agradecimento

Em um vídeo divulgado pelo Hospital Chiangrai Prachanukroh, os meninos falam pela primeira vez ao público.”Obrigado a todos pelo seu apoio, e aqueles que vêm de todo o mundo para me ajudar”, diz Sompong Jaiwong, de 13 anos.

O garoto que se comunicou com os mergulhadores em inglês, identificado como Adul Sam-on, usou a língua novamente para agradecer. “Olá. Eu sou Adul. Agora estou muito bem. Eu sou muito grato com cuidado e torcida de todo mundo. Muito obrigado”, ele fala.

Chanin, mais um dos meninos que fala na gravação, aproveita o momento para fazer um pedido especial: “eu queria sushi!”. Nas imagens, os garotos são identificados por números nas cabeceiras das camas e todos usam máscaras hospitalares.

(Foto: Reprodução Youtube)

(Foto: Reprodução Youtube)

Leia também:

É de partir o coração: meninos tailandeses choram ao saber da morte de mergulhador

Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada?

Menina de 5 anos salva mãe e irmão mais novo após acidente de carro

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio