Criança de 10 anos morre engasgada com cenoura em escola nos Estados Unidos

Ela perdeu a consciência e o corpo de bombeiros foi acionado

Ela se engasgou durante uma refeição na escola (Foto: reprodução / WCVB 5 )

Marilyn Ofobi Korankyewaa, uma menina de 10 anos, de Worcester, morreu depois de engasgar enquanto fazia uma refeição na escola. A família da garota, que estava na quinta série, foi informada que ela estava comendo uma cenoura, na Belmont Community School, quando começou a engasgar.

-Publicidade-

“Felizmente ela foi com um amigo que, quando viu ela engasgada, correu para pedir ajuda de um adulto”, contou o tio da menina, Ken Asafo-Adjei ao veículo WCVB 5, da ABC. Os funcionários da escola, assim que encontraram a menina, fizeram os primeiros socorros e ligaram para os pais e os bombeiros.

Os funcionários chegaram tarde demais para ajudar a criança (Foto: reprodução / WCVB 5 )

De acordo com Ken, a criança perdeu a consciência e nunca mais acordou. Ela morreu no hospital no dia 17 de setembro. “Ela engasgou e foi para o banheiro e ninguém estava lá. Não estou querendo achar um culpado, mas se a escola tivesse pessoas preparadas na hora que ela engasgou, sem ter que correr para o banheiro, talvez ela pudesse ter sido salva”, falou John Amoah, um amigo da família.

-Publicidade-

A família de Marilyn informou na entrevista que vários membros da comunidade, professores da escola e até o prefeito de Worcester, Joseph Petty, se solidarizaram com a causa. A causa da morte só poderá ser confirmada a partir dos exames de autópsia. Os serviços funerários estão agendados para esta quinta-feira, 26 de setembro.

Primeiros socorros

Técnica de primeiros socorros (Foto: reprodução / Getty Images )

Se a criança sofrer algo e está engasgada – e incapaz de respirar, tossir ou chorar – ligue para a emergência, 193 é o contato do corpo de bombeiros no Brasil. Caso você se interesse em saber mais informações, acompanhe a ONG Criança Segura. Eles promovem a prevenção de acidentes com crianças e adolescentes. É importante saber que nossa casa pode ser um ambiente cheio de armadilhas. Mais informações: criancasegura.org.br

Mortes causadas por engasgamento são muito comuns nessa idade, infelizmente, e frutas como uvas, são umas das maiores causadoras desse fato. Uvas inteiras ou outras frutas que tenham o formato parecido, como tomate cereja, aumentam muito o risco de obstrução de vias aéreas. É uma situação que pode ocorrer com qualquer um, então devemos estar preparadas para esse tipo de coisa. O Dr. Claudio Len, pai de Silvia, Beatriz e Fernanda, irá ajudar com essas questões.

O que fazer em caso de engasgo?

Primeiro lugar: manter a calma. Quanto mais nervosos, pior ficará a situação.

Em bebês que ainda não completaram um ano, devemos virá-lo de bruços, em nossos braços, com a cabeça na altura mais baixa do que o quadril, e damos cinco “tapinhas” fortes na região das costas, justo entre os ossinhos da costela.

Caso o engasgo continue, viramos o bebê de barriga para cima e com os dois dedos maiores da mão, precisamos apertar cinco vezes o diafragma, que é o mais ou menos onde fica o estomago, até que possa ver alguma melhora.

Já em crianças maiores de um ano, precisamos abraçar a criança por trás, usando as mãos para pressionar o diafragma, até que a fruta seja expelida.

Após todas as tentativas, precisamos levar a criança ou o bebê rapidamente ao pronto socorro.

Leia também:

Menino salva bebê engasgada usando técnica de bombeiro que aprendeu na infância

Cachorro avisa mãe que menina está engasgada e salva vida da criança

Policial salva bebê engasgada e recebe a melhor recompensa dos pais dela

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

-Publicidade-