Defina seu filho: inteligente, calmo, feliz?

Estudo mostra palavras usadas pelos pais para descreverem os filhos em vários países

-Publicidade-

Estudo realizado por Sara Harkness e Charles M. Super da escola de Estudos sobre Família da Universidade de Connecticut, com pais em diversos países do mundo revelou como eles veem os próprios filhos.

-Publicidade-

Os entrevistados deviam dizer que palavra associam às crianças. A reportagem foi publicada na revista americana The Atlantic e traz dados curiosos. A maioria dos pais tem uma visão positiva, definindo os filhos como tranquilos e felizes. Os pais norte-americanos saíram da curva, e destacaram mais aspectos ligados ao conhecimento e desenvolvimento. A criança americana faz perguntas, é inteligente e avançada cognitivamente na visão dos pais.

“A maior diferença entre os pais americanos e europeus é que eles são muitos mais tranquilos do que nós a respeito de estimular o aprendizado”, afirma a publicação. 

“Não apenas os americanos tendem muito mais a focar na inteligência e habilidades cognitivas da criança, como tendem muito menos a descrever os filhos como ‘felizes’ e ‘tranquilos’”, diz a revista.

Os pais americanos enfatizaram que reservam um período de tempo exclusivo para cada filho, enquanto os pais holandeses passam algumas horas por dia com seus filhos e a família toda.

Confira os resultados:

Espanha

1º Tranquila

2º Feliz / Inteligente

3º Alerta

4º Difícil/Socialmente madura/Bom caráter

 

Holanda

1º Feliz / Concentrada/Precisa de muita atenção

2º Calma / Aproveita a vida/ Faz perguntas

3ª Agradável/Normal

 

Itália

1º Tranquila / Equilibrada

2º Faz perguntas

3º  Determinada/Agradável

 

Austrália

1º Feliz

2º Inteligente

3º Faz perguntas/ Calma / Sensível

4º Tranquila

[!page] 

Suécia

1º Feliz

2º Tranquila

3º Equilibrada

4º Calma

5º Segura

6º Persistente

 

Estados Unidos

1º Faz perguntas

2º Inteligente

3º Avançado cognitivamente/ Independente/Rebelde/Adaptável

 

Veja a reportagem completa na The Atlantic

Que palavra você usaria para definir seu filho?

Queremos saber sua opinião!

-Publicidade-