Doria autoriza mais de 1400 leitos de UTI para casos de Covid-19 em SP: “Não se iludam, teremos perdas”

A equipe que coordena o Centro de Contingência de Coronavírus do governo de São Paulo fez declarações a respeito da pandemia de coronavírus

Resumo da Notícia

  • O o médico infectologista que coordena o Centro de Contingência de Coronavírus do governo de São Paulo, David Uip, cedeu entrevista
  • Ele afirmou que, seguramente, haverá casos graves de pessoas diagnosticadas com Covid-19
(Foto: reprodução / entrevista coletiva)

Na segunda-feira, 16 de março, o médico infectologista que coordena o Centro de Contingência de Coronavírus do governo de São Paulo, David Uip, afirmou que, seguramente, haverá casos graves de pessoas diagnosticadas com Covid-19.

-Publicidade-

Devido a essa informação o governador do estado de São Paulo, João Doria, autorizou a disponibilização de mais de 1400 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de 1200 que já estavam certos.

Além da decisão, o secretário de Saúde do Estado, Luiz Henrique German foi realista quanto as condições do vírus: “Não se iludam que não teremos perdas”, disse durante coletiva.

-Publicidade-
(Foto: reprodução / Getty Images)

Primeira morte no Brasil 

Nesta terça-feira, 17 de março, o estado de São Paulo registrou hoje a primeira morte por coronavírus no estado de São Paulo, de acordo com um interlocutor do Ministério da Saúde. Ainda não se sabe como a vítima foi infectada.

-Publicidade-