Notícias

Empresa cria produtos com “piada” sobre o aumento de peso das mães na gestação e recebe críticas

Mesmo afirmando ser um lembrete gentil e com intenção de fazer a diferença, os produtos não foram bem vistos

Juliane Carvalho

Juliane Carvalho ,filha de Ana Paula e Alexandre

Escritora Alie Ward na cozinha (Foto: reprodução/Instagram@alieward)

Na última segunda-feira, 21 de julho, a escritora Alie Ward publicou em suas redes sociais a indignação sentida ao encontrar à venda uma linha de pratos de porcelana limitando os tamanhos das porções de alimentos a serem consumidos. Cada item custava em torno de US $ 9,50, o design deles era composto basicamente por três círculos de tamanhos diferentes com as determinações ao redor “jeans skinny”, “jeans favoritos” e “jeans da mamãe”, que era o maior de todos eles.

“Acabei de ver isto, revirei os olhos e me entristeci pelas pessoas que seriam impactadas negativamente. Usei minha voz em uma plataforma pública para denunciar essa piada sem sentido”. “Como posso fazer para que esses pratos da Macy’s sejam banidos em todos os 50 estados?” publicou.

Tweet da escritora Alie Ward sobre pratos com círculos (Foto: reprodução/Twitter @alieward)

Muitas mães se manifestaram até que a rede de lojas de departamentos norte-americana se posicionou: “Olá, Alie – agradecemos por você compartilhar sua opinião conosco e concordamos que ‘pecamos’ com este produto. Ele será removido de todas as lojas da Macy’s”.

Na rede televisiva a empresa disse: “Pedimos desculpas aos nossos clientes por este produto. Após análise da reclamação, removemos os pratos que estavam em nossa loja da Macy’s em Herald Square”.

Impressionada com a repercussão Alie Ward afirma que não foi o seu post que fez isso, e sim, “um coro de outras pessoas dizendo que a atitude da empresa era ignorante e de mau gosto”.

Leia também 

3 maneiras de prevenir distúrbios alimentares

Relato de mãe: “E se eu estragar este ser humano perfeito?”

Terrorismo nutricional