Notícias

Facebook e Instagram vão banir perfis de crianças e pré-adolescentes

As regras nas redes sociais começaram a mudar em maio, quando o Twitter começou a bloquear menores de 13 anos

Gabrielle Molento

Gabrielle Molento ,Filha de Claudia e Pedro

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Não tem mais jeito, as crianças estão conectadas e, por mais difícil que seja, precisamos ficar atentos a quantidade e qualidade de tempo que eles passam na internet. As redes sociais, por exemplo, são locais onde mesmo com pouca idade, os jovens já têm contas. Isso vai contra as regras, que exigem que o usuário tenha ao menos 13 anos, com o consentimento dos pais, para fazer parte da rede e 18 anos para criar sua própria conta sem depender da permissão de outras pessoas.

Estas regras, no entanto, estão mudando. O Facebook e o Instagram, por exemplo, vão começar a banir perfis de crianças que fingem ser maiores de idade para usar as redes sociais. No termo de uso das duas plataformas agora está escrito que menores de 13 anos não podem se cadastrar. Com a alteração, moderadores que trabalham nas empresas poderão bloquear qualquer conta suspeita, confirmou um porta-voz da rede social ao site TechCrunch — antes só era possível banir esse tipo de perfil com denúncias de outros usuários.

Uma vez bloqueado, o dono do perfil pode sim recuperá-lo caso apresente um documento de identidade com foto que prove que ele tem mais de 13 anos — para isso, deve usar o celular para tirar a foto e encaminhar a imagem para a rede social.

Já o Twitter começou a banir, em maio desse ano, usuários que criaram suas contas com menos de 13 anos – mesmo se já tivessem mais idade. Isso porque a rede disse que não poderia separar o conteúdo postado antes e depois dos 13 anos e que não poderia ter o conteúdo de uma criança na plataforma.