Família é acusada por torturar criança de três anos e justiça toma uma decisão

Cinco pessoas estavam envolvidas no crime

O caso aconteceu em São Paulo (Foto: reprodução / Metro)

No domingo, 29 de dezembro, cinco pessoas da mesma família foram presas depois de serem envolvidas na morte de um menino de três anos, que aconteceu em Parelheiros, na zona sul de São Paulo. A mãe, tio, tia, avô e avó estão sendo acusados pelos crimes de maus-tratos, lesão corporal e tortura.

-Publicidade-

De acordo com a polícia, como informado ao Metro, Victor Adriano Pereira da Cruz foi encaminhado para o Hospital Municipal de Parelheiros e depois foi transferido para o Hospital Municipal do Campo Limpo. Infelizmente, a criança não resistiu aos ferimentos.

Infelizmente a criança não resistiu aos ferimentos (Foto: Getty Images)

Presos um a um, os parentes do menino foram pegos no hospital, mas o tio de Victor, o soldado Rafael Silva da Cruz, teve a prisão preventiva na terça-feira, 31 de dezembro, depois de se apresentar por vontade própria no 101º Distrito Policial. Ele também será indiciado pelo crime de maus-tratos contra o sobrinho.

-Publicidade-

O Comando Militar Sudeste (CMSE), informou ao site que Rafael está incluído como suspeito do crime porque mora no mesmo local que a vítima. Ele ficará no 2º Batalhão de Polícia do Exército, em Osasco. “O CMSE ressalta que repudia qualquer ato que atente contra a dignidade humana”. O caso segue em investigação.

Leia também:

Menino corta orelha de criança de 3 anos dentro de escola e mãe acusa local por maus-tratos

Dona e funcionária de creche que agrediram bebê de 5 meses vão responder por maus-tratos

Criança vítima de maus-tratos é encontrada em bacia com água gelada

-Publicidade-