Notícias

Finalmente! Menina da foto que bombou no mundo reencontra a mãe

Fotógrafo publicou um texto emocionado sobre o momento em que registrou a imagem das duas na fronteira entre os EUA e o México

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Reprodução/Instagram/John Moore)

(Reprodução/Instagram/John Moore)

Entre as diversas imagens de crianças sendo cruelmente separadas de seus pais imigrantes, como resultado da decisão de política de “tolerância zero” do governo americano, uma chamou a atenção e ganhou até a capa da revista Time e de jornais ao redor do mundo.

O registro, que mostra uma menina de aproximadamente 2 anos chorando em frente à sua mãe durante um interrogatório na fronteira entre Estados Unidos e México, foi feito pelo fotógrafo John Moore e mostrou a triste realidade que até o momento já separou mais de 2300 crianças migrantes desde maio.

“Quando o policial disse à mãe para colocar sua filha no chão, eu pude ver o olhar da menina. E assim que seus pés tocaram o chão, ela começou a gritar”, disse Moore à revista Time.

(Foto: Reprodução/TIME)

(Foto: Reprodução/TIME)

No começo, pouco se sabia sobre a mãe e a criança da foto. Muitos especularam que elas poderiam ter sido separadas, mas Denis Valera, pai da menina, disse que ela e a mãe, Sandra Sanchez, foram detidas na divisa de McAllen, cidade do Estado do Texas onde Sandra pediu asilo, mas que agora estão juntas em um abrigo. John Moore postou em seu Instagram outra foto da mãe junto com a menina com um texto esclarecendo a história: