Grávida dá à luz em coma induzido enquanto lutava contra o coronavírus

Angela Primachenko estava grávida de 33 semanas quando contraiu o novo coronavírus

Resumo da Notícia

  • Angela Primachenko estava grávida de 33 semanas quando contraiu o novo coronavírus
  • Ela teve que dar à luz à sua filha, no dia 1 de abril,
  • A americana estava em coma induzido devido ao tratamento da doença
Angela deu à luz em coma induzido (Foto: reprodução / Facebook / Oksana Luiten)

Em Washington, nos Estados Unidos, Angela Primachenko estava grávida de 33 semanas quando contraiu o novo coronavírus. Ela teve que dar à luz à sua filha, no dia 1 de abril, enquanto estava em coma induzido devido ao tratamento da doença.

-Publicidade-

Oksana Luiten, irmã de Angela, deixou claro ao site KGW8, que o pai da bebê e a menina testaram negativo para a Covid-19. “Tem sido difícil, muito, muito difícil. Emocionalmente cansativo. Eu gostaria que fosse um pesadelo do qual eu pudesse acordar”, desabafou.

-Publicidade-

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-