Notícias

Grávida que levou dois tiros na barriga fala pela primeira vez sobre o caso e mostra como ficou

Ela levou 47 pontos

Cinthia Jardim

Cinthia Jardim ,filha de Luzinete e Marco

A mãe fez um batizado para a filha antes da menina morrer (Foto: reprodução / Facebook)

Desire Guardiola de Vallejo, uma mãe que mora em Vallejo, na Califórnia, ficou traumatizada após ser atacada por dois homens que entraram na casa dela. A mulher estava no 9º mês de gestação e tomou dois tiros na barriga, no dia 20 de julho desse ano.

Ela e o ex-namorado foram mantidos reféns e mais tarde, foi descoberto que ele tinha dívidas com os invasores. Enquanto os assaltantes vasculhavam a casa, Desire tentou gritar por socorro, mas foi atingida na barriga, ferindo fatalmente a criança que ainda não havia nascido.

“Eu me escondi por um segundo na sala até ouvir a voz de um homem perguntar onde eu estava”, lembrou. “Saí da sala apenas para me apresentar a uma garota, que estava segurando uma faca, e ver um homem segurando uma arma na cabeça do meu ex-namorado.”, contou ao veículo Cafe Mom.

“Eles foram supostamente enviados para roubar meu ex-namorado, porque ele teve alguns problemas”, explicou. “Para encurtar a história, eles nos roubaram, levando tudo o que consideravam valioso: telefones, as chaves do meu carro e minha habilitação, pertences que estavam na minha bolsa e também o dinheiro que eu estava economizando para a minha filha“.

Ela levou 47 pontos (Foto: reprodução / Cafe Mom)

Quando Desire viu a oportunidade, ela tentou correr, mas ao sair do apartamento as coisas pioraram: “Quando me aproximei do meu ex-namorado do lado de fora, lutando pelos pertences de volta, ouvi um tiro e senti uma dor intensa se espalhar pelo meu estômago. Eu havia levado um tiro”. Ela contou que quando os paramédicos chegaram, não conseguia mais sentir a criança.

Assim que chegou ao hospital, Desire precisou passar por uma cesárea de emergência, e assim que a criança nasceu, ela não tinha batimentos cardíacos, precisando ser ressuscitada. “Devido à quantidade de perda de sangue e ao tempo em que estive sangrando (30 a 45 minutos), ela estava com morte encefálica e precisou ser imediatamente transportada de avião para um hospital que poderia ajudá-la a lutar por sua vida”.

A equipe médica tentou fazer de tudo para salvar a menina, mas ela sobreviveu apenas por oito dias. “Como eu estava no hospital, pedi um batismo para Emery, pois queria garantir que ela iria para o céu. Agradeci à Deus e ainda agradeço a Deus todos os dias por me permitir tê-la nesses dias em que ela esteve aqui na Terra”.

Leia também:

Grávida de sete meses perde Enem após chegar atrasada para fazer a prova

Atriz de Grey’s Anatomy conta que está grávida pela terceira vez e fãs vão à loucura

Grávida faz Enem sabendo que a filha poderia nascer a qualquer momento durante a prova