Notícias

Já estava na hora! Curta-metragem da Pixar é o primeiro dirigido por uma mulher

Domee Shi dirigiu “Bao”, uma história de um bolinho de massa chinês

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Se você adora assistir filmes da Disney Pixar, já sabe que antes de começar a atração, na maioria das vezes, aparece um curta-metragem. E para o lançamento do filme “Os Incríveis 2” foi criado o “Bao”, uma história de um bolinho de massa chinês. Bem fofo! Mas a maior novidade é que pela primeira vez, depois de mais de 20 curtas produzidos pelo estúdio da Pixar, uma mulher dirigiu a obra. O nome dela é Domee Shi.

Ela já participou nas animações “Divertidamente” e “O Bom Dinossauro”, mas este é o seu primeiro trabalho como criadora e diretora. Em entrevista ao Entertainment Weekly, Domee contou que a intenção é criar um conto de fadas mágico e moderno: “ Queria algo parecido com a história chinesa do ‘Homem de Gengibre’. A palavra ‘bao’ tem, na realidade, dois significados em chinês: dito de uma forma, significa pão cozido. Dito de outra, significa algo precioso. Um tesouro”, explica.

 Quer mais? Sim, tem outro ponto nessa história. Além de ser o primeiro dirigido por uma mulher, o curta é também o mais longo criado pela Pixar. Com 7:30 minutos. A história de “Bao” mostra a real de uma relação família, com dias bons e ruins, mas no ponto de vista de uma comunidade chinesa baseada no Canadá. A mãe de Shi também colaborou, ela é craque em montagem de pratos e ajudou na criação do bolinho.

Leia também:

11 motivos para assistir “Os Incríveis 2”

Amamos! Vem ver o trailer de “Christopher Robin”, filme que conta a história do Ursinho Pooh

Estamos ansiosos! Filme reunirá todas as princesas da Disney