Madrasta de Isabella Nardoni comete erro grave na prisão e motivo tem a ver com a família

Anna Carolina Jatobá, que está presa desde 2008, teve uma nova decisão tomada pela justiça após fazer algo considerado inadequado pelo Ministério Público

Resumo da Notícia

  • O caso Isabella Nardoni aconteceu em 2008
  • Anna Carolina Jatobá está presa na penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo
  • Ela cometeu uma falta considerada grave na prisão
  • A Justiça tomou uma nova decisão
O caso aconteceu em 2008 (Foto: reprodução / Instagram @manualdamamae)

Na última segunda-feira, 22 de junho, Anna Carolina Jatobá, responsável pelo caso Isabella Nardoni, perdeu o direito ao regime semiaberto após cometer uma falta grave de acordo com a Justiça. Segundo informações do G1 e da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), ela teria realizado uma chamada de vídeo com a família.

-Publicidade-

A partir de uma ligação por imagens com a advogada, a mulher teria intermediado uma ligação com os parentes de Anna Carolina, o que não é permitido por lei. Atualmente, ela está na penitenciária Santa Maria Eufrádia Pelletier, em Tremembé, interior de São Paulo, conhecida por também condenar os casos de Suzane von Richtofen e Elize Matsunaga.

Ela irá voltar para o regime fechado (Foto: reprodução / vídeo YouTube)

Após a falta, ela deverá permanecer em regime fechado. Há três anos, ela progrediu para o regime semiaberto, que tem como diferença o direito às saídas temporárias nas datas comemorativas, como Dia das Mães e Natal. O Ministério Público considera um motivo grave e a SAP informou que “no momento, nos presídios do estado de São Paulo, o recurso do videoconferência é permitido apenas para contato dos presos com oficiais de justiça, juízes, advogados e defensores públicos”.

-Publicidade-

-Publicidade-