Mãe adolescente joga e abandona bebê por estar incomodada com o choro

Criança passou por observação após ferimentos na cabeça

Bebê já encontra-se em abrigo de Goiânia (Foto: reprodução / Bom Dia GO)

No último domingo, 1 de setembro, uma adolescente de 16 anos foi apreendida pela Polícia Militar após jogar o filho no chão e abandoná-lo em cima de cacos de vidro, no Jardim Alphaville, em Goiânia. Apesar dos ferimentos na cabeça do bebê, ele está bem.

-Publicidade-

Questionada pela polícia sobre o motivo que a levaria ter jogado a criança, ela disse estar incomodada com o choro e que não gostava dele. Duas pessoas, envolvendo um menor de idade, relataram o ocorrido e ficaram com o bebê até a chegada da PM. A jovem fugiu antes dos policiais chegarem, mas foi encontrada próxima ao local e levada até a Central Geral de Flagrantes, onde permaneceu até as 16h30.

A criança foi levada ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio de Lage de Siqueira (Hugol) e está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar, que já localizou o pai da adolescente. A conselheira Maria Silva dos Remédios informou ao G1 que a jovem é de Abadiânia e estava em Goiânia para visitar amigos. A menina confirmou a polícia que estava sob efeito de drogas.

-Publicidade-
(Foto: reprodução / Bom Dia GO)

“O bebê vai ficar internado em observação, mas não corre risco de morrer. Nem certidão de nascimento ele tem. O avô materno do menino já está no hospital e vamos analisar o que faremos ainda”, afirmou a conselheira em entrevista ao site.  A mãe da criança foi apreendida e confessou a agressão à polícia: “Eu não gosto dele não. Dá trabalho. [Não quero] Nem perto de mim. Eu bati nele com a mão”, completou.

O caso foi registrado na Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) e ainda serão feitas as investigações necessárias para o caso. A criança encontra-se em um abrigo de Goiânia até que as próximas medidas sejam tomadas.

Leia mais:

Depressão pós-parto é mais comum em mães adolescentes, diz pesquisa

Mãe desabafa após receber bilhete dos vizinhos reclamando do choro do filho

Ministério da Cidadania faz campanha de combate às drogas com foco nos jovens

 

 

 

 

-Publicidade-