Notícias

Mãe com câncer é ofendida por causa de sua aparência pela diretora do colégio da filha

Carol luta contra o câncer há 4 anos

Cecilia Malavolta

Cecilia Malavolta ,Filha de Iêda e Afonso

CANCER

(Foto: Reprodução Facebook)

Muito triste: uma diretora de escola particular foi afastada de seu cargo após ter uma atitude preconceituosa com a mãe de uma aluna. Irmã Loiva Urban, responsável pelo Colégio Notre Dame, disse à Carol Venâncio, que luta contra o câncer há 4 anos, que sua imagem era agressiva e que a mãe deveria usar perucas ou chapéus.

Quem divulgou o que estava acontecendo foi Camila Venâncio, irmã de Carol, que ficou sabendo do ocorrido após vê-la chorar. Depois de confrontar a irmã de caridade sobre o que a diretora disse, Camila fez um post em seu Facebook falando sobre a situação e a força que Carol tem por enfrentar o câncer e seguir com a vida:

mae com cancer

(Foto: Reprodução Facebook)

“Bom dia, como muitos aqui sabem, minha irmã Carol Venâncio Duarte, enfrenta uma batalha contra um câncer, e devido a isso, caíram seus cabelinhos… ela com muita força e alegria, tem conseguido superar os obstáculos enfrentados… Ocorre, que existem pessoas más, e existem pessoas muito muito cruéis…

Minha sobrinha, passou a sofrer bullying na escola, pois algumas crianças, se afastaram dela, dizendo que tem “nojo” dela, devido a doença da minha irmã, isso trouxe muito sofrimento a todos nós… Carol procurou a diretoria da escola Notre Dame Brasília, na pessoa da SRA LOIVA, e essa senhora cruel, sugeriu que minha irmã usasse peruca ou chapéu, pois a imagem dela era agressiva a sociedade.

Eu fui ate a escola a pouco conversar com essa senhora, e ela me disse que sugeriu sim, que Carol usasse, pois a imagem dela assustava, perguntei q quem assustava, ela disse q a todos. Irma Loiva, assustador é seu ódio e preconceito, a senhora sim é uma agressão a sociedade, cruel , má e desumana. Ninguém pediu sua opinião amarga e preconceituosa.

Carol Venâncio Duarte, você é meu exemplo de força e coragem, sua luz e bondade não serão abaladas por esse ser humano pequeno, que se diz uma irmã de Deus.Estou do seu lado, e vamos enfrentar mais essa… e a você irmã Loiva, que Deus tenha piedade.” Carol foi constrangida pela diretora após ir ao colégio usando uma peruca e um chapéu. Foi então que Loiva Urban fez comentários preconceituosos, falando sobre sua “imagem agressiva” e que ela deveria usar mais chapéus e perucas”, escreveu Camila.

Além disso, a sobrinha de Camila, de 11 anos, passou a sofrer bullying no Colégio Notre Dame, onde a menina estuda há 9 anos. Segundo a publicação da tia, a situação começou após Carol perder os cabelos com o tratamento da doença. “Algumas crianças se afastaram dela, dizendo que têm “nojo” devido à doença da minha irmã. Isso trouxe muito sofrimento a todos nós”, ela declarou.

Diante do que aconteceu, a diretora foi afastada da coordenação da escola. “A irmã Loiva desde então ficou à disposição do Conselho Provincial e da superiora provincial, a quem responde pela profissão dos votos