Mãe desabafa após filho de apenas 15 meses morrer em acidente

Destiny Mantia perdeu seu filho e seu marido em um acidente de carro por causa de uma motorista alcoolizada. Ela deixa um alerta para todas as pessoas que dirigem embriagadas

Mãe desbafa sobre morte da filha 1

-Publicidade-

“Um ano atrás, este dia era apenas outro dia. Corey Mantia acordou para ir ao trabalho. Parker e eu ficamos em casa e brincamos juntos. Corey voltou para casa mais tarde e brincou com nosso adorável bebê (…). Mal sabíamos que, apenas alguns minutos depois, tudo mudaria”.

Destiny Mantia e seu marido, Corey, tinham um filho de pouco mais de um ano chamado Parker. A mulher, de apenas 22 anos, passou por um momento de extrema tristeza recentemente, quando o menino de 15 meses e seu marido morreram depois de um acidente causado por uma motorista alcoolizada, problema grave enfrentando também nas estradas brasileiras.

-Publicidade-

Em uma mensagem comovente escrita em seu perfil no Facebook, Destiny relembrou o acidente e usou sua tragédia pessoal para chamar a atenção para o perigo de pegar a estrada depois de ter ingerido bebidas alcoólicas. Até o momento, o post, com imagens chocantes, foi compartilhado mais de 60 mil vezes e tem milhares de comentários de apoio.

Mãe desbafa sobre morte da filha 2

Veja o restante do relato:

“(…) meu incrível marido, que estava dirigindo, meu precioso bebê e eu fomos atingidos em alta velocidade por um motorista embriagado. Este é o dia e o horário que estarão para sempre fixados em minha memória.

A ação egoísta de uma pessoa, que achava que estava ‘bem’ para dirigir, instantaneamente tirou a vida do meu inocente filho de 15 meses que estava no banco de trás. Eu e meu marido fomos retirados de helicóptero do local — e meu marido perdeu sua batalha pela vida 24 horas depois. Ela provocaria a devastação da minha família. A decisão egoísta de beber e dirigir me transformou numa viúva e na mãe de um anjinho com apenas 21 anos.

Ela causou muitos pesadelos com as notícias de vários relatórios sendo liberados, com a autópsia do meu filho sendo mandada para mim e com as várias fotos de reconstituição da cena. Coisas que uma pessoa de 21 anos jamais deveria ver. Ela acabou com os nossos sonhos e provocou uma dor que eu jamais imaginei que existisse.

O dia em que Destiny foi uma mãe e uma esposa também morreu. Eu tive que me reencontrar (…). A mágoa, a dor e o nosso futuro poderiam ter sido preservados se alguém tivesse se imposto e parado essa mulher, que bebeu e dirigiu. Você também pode salvar a vida de alguém! Não permita que seus amigos e familiares bebam e dirijam (…). NÃO BEBAM E DIRIJAM!“, Destiny encerra o discurso.

-Publicidade-