Notícias

Mãe é acusada de esfregar heroína na gengiva da filha de 1 ano

A criança faleceu a caminho do hospital

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

O caso será julgado em novembro (Foto: Reprodução/WIFR)

A polícia do condado Penobscot, nos Estados Unidos, encontrou uma criança de 1 ano de idade entre a vida e a morte, mas esforços não foram suficientes, pois a bebê veio a óbito quando chegou ao hospital. Os legistas afirmaram que a causa da morte da criança foi por um tipo de opioide conhecido como fentanil, o qual é uma droga possui heroína e é utilizada para tratar dores extremas.

Kimberly Nelligan foi apontada como maior suspeita do caso, mas durante o julgamento aconteceu na última quarta-feira, 18 de setembro, a mãe declarou inocência. Em depoimento, o pai da criança relatou que por 2 meses Kimberly esfregou a droga na gengiva da filha para ajuda-la a dormir.

“Queríamos ter certeza das acusações que podíamos apresentar. Estávamos em constante comunicação com a Procuradoria Geral da República. Se as coisas mudarem em algum momento, ainda há um possibilidade de outras acusações serem apresentadas, mas, no momento, essas são as acusações que estamos confiantes de que podemos seguir adiante ”, disse a promotora Marianne Lynch ao portal WIFR.

A fiança de Kimberly foi paga, mas o caso será julgado em novembro. Por enquanto, ela está proibida de se aproximar de crianças menores de 18 anos, contatar o pai da falecida filha ou seus outros dois filhos.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também:

Líder de torcida é acusada de queimar e enterrar recém-nascido em quintal de casa 

Bebê morre afogada enquanto mãe amamentava outro filho: “Estou em pedaços, mas preciso seguir” 

Mãe é presa por injetar água sanitária e sabão líquido na filha: “Eu não conseguia amá-la”