Médico faz diagnóstico falso de câncer em crianças para dar golpe em famílias

Mina Chowdhury convenceu famílias a pagarem por exames desproporcionalmente caros e os aterrorizou com a saúde de seus filhos

Resumo da Notícia

  • Médico realizava falsos diagnósticos de doenças graves (câncer, problemas no coração, no sistema imunológico, entre outros) em crianças, para extorquir famílias.
  • O pediatra cobrava 3.245 libras em exames de sangue e exigia viagens caras para exames fáceis de ser realizados.
  • Pediatra foi afastado e, posteriormente, perdeu sua licença após ser julgado por MPTS (Serviço do Tribunal de Médicos), não podendo mais exercer a profissão.

Alegando que as crianças possuíam doenças graves, o médico Mina Chowdhury, de 45 anos, que no ano de 2017 trabalhava em hospital escoces da NHS Forth Valley, cometeu crimes atendendo seus pacientes em um consultório particular. Realizando diagnósticos falsos de câncer, problemas no coração, no sistema imunológico e muitos outros. Segundo o tabloide The Daily Record, ele recebeu grandes quantias de dinheiro para tratamento em sua empresa privada.

-Publicidade-

O pediatra afastou as famílias do tratamento gratuito e se recusou a deixar os médicos, com quem as crianças já se consultavam, saberem dos exames que seriam realizados. Sem qualquer justificativa clínica, ele os encaminhou para um local específico, mentindo para os pais ao dizer que nenhum local da Escócia faria um ecocardiograma, com a intenção de deixá-los sem outra opção, quando na verdade o exame é simples de ser feito.

Medical Practitioners Tribunal Service em Manchester. Foto: (Reprodução/Google Maps)

Cobrando o valor de 3.245 libras (equivalente a cerca de R$ 20.9 mil) para realizar vários exames de sangue desnecessários, também pedindo que eles viajassem para Londres para fazer ressonância magnética, ele assustou seus pacientes, que só descobriram a verdade ao receber os resultados e notarem que não havia nenhuma alteração no sangue.

Um dos diagnósticos envolvendo os exames foi durante o atendimento de uma criança de apenas 2 anos, quando o médico alegou a possibilidade de câncer no sangue. William Ginbey, uma das pessoas que realizou os diagnósticos o desmentiu ao alertar que esse tipo de câncer é extraordinariamente improvável em crianças.

A mãe de uma das crianças disse que os diagnósticos do médico a afetou por meses. O mesmo aconteceu com todas as outras vítimas dos golpes aplicados pelo homem, que trabalhava em Glasgow. Mina foi suspenso no início do ano passado, depois de ser julgado pelo MPTS (Serviço do Tribunal de Médicos), que o considerou culpado de má conduta. Posteriormente, perdeu sua licença médica, sendo proibido de exercer a profissão.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa! 

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!

 

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

“O tribunal determinou que este é um caso em que houve desonestidade persistente em várias áreas que o dr. Chowdhury não reconheceu totalmente nem admitiu totalmente” afirmou o júri. Além disso, o presidente da MPTS, também se pronunciou: “tendo feito descobertas de que o dr. Chowhury havia feito diagnósticos de câncer sem investigação ou justificativa suficiente e que ele havia recomendado testes e investigações privadas desnecessárias que foram motivadas financeiramente, seguiu-se inevitavelmente que as ações do dr. Chowdhury eram desonestas para os padrões das pessoas comuns”.

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso!

Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.