;
Notícias

Meninas de 8 e 10 anos contaram para o conselheiro tutelar que eram estupradas pelo padrasto

O crime acontecia há três anos e está sendo investigado pela Polícia Civil

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Meninas de 8 e 10 anos eram estupradas pelo padastro (Foto: reprodução/Getty Images)

A denúncia de mais um crime nos chocou na manhã desta sexta-feira. Duas meninas de 8 e 10 anos eram estupradas pelo padrasto. Elas moram em Cidade Ocidental, Goiás, e contaram sobre o caso a um conselheiro tutelar, na escola que frequentam.

A partir dos relatos, as filhas contaram tudo sobre o abuso sexual que sofreram e a mãe denunciou o caso que está sendo investigado pela Polícia Civil. A mãe relatou um trecho ao G1: “Ele agarrou no cabelo dela e falou ‘deita aqui’. Ela disse que deitou e ele botou o celular do lado do ouvido dela com uma música, e ela disse que ela falou ‘vai escutando uma musiquinha, vai escutando uma musiquinha aí”.

O exame de corpo de delito das crianças comprovou o crime que, de acordo com o delegado Daniel Marcelino, ocorre há três anos. A Polícia ainda ouvirá as meninas e o padrasto poderá ser preso.

Ainda durante entrevista para o G1, a mãe das meninas contou que elas falavam que estava doendo, mas o rapaz não parava. Ela desabafou: “Eu estou com um ódio muito grande”. E nós também estamos.

O padrasto está foragido, mas nós esperamos que o encontrem e que ele sofra as consequências jurídicas pelo crime. Abuso sexual é algo inaceitável, principalmente quando envolve menores. Para as meninas, desejamos muita força e apoio psicológico.

Leia também:

Mãe que perdeu filha de 12 dias alerta: “Parem de beijar bebês que não são seus”

10 coisas que não devemos dizer às crianças

Depois de Titi sofrer acidente, Giovanna Ewbank declara seu amor