Muito triste! Menino de 4 anos é assassinado na própria festa de aniversário

Autor do disparo estava na comemoração. Polícia investiga 3 versões. Uma delas é se a arma do suspeito, de 21 anos, teria disparado acidentalmente. Ele foi preso em flagrante

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu em em Piabetá, no Rio de Janeiro
  • Enzo, de 4 anos, morreu após ser baleado durante festa de aniversário
  • A vítima foi levada de carro por familiares ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos
Enzo estava completando 4 anos de idade, feliz da vida com a festa de aniversário dele (Foto: iStock)

No último fim de semana,em Piabetá, no Rio de Janeiro,  Enzo, de 4 anos, morreu após ser baleado durante a festa de aniversário. O menino foi atingido m um tiro no peito durante a comemoração. O autor do disparo, Pedro Vinícius de Souza Pedidor, de 21 anos, que participava do evento, foi preso em flagrante.

-Publicidade-

Segundo a família, Enzo chegou a ouvir os convidados cantarem parabéns, mas, logo depois, foi morto com um tiro de revólver na frente de todos, inclusive das crianças. “O meu filho estava completando 4 anos de idade, feliz da vida com a festinha do Hulk dele. Ele já estava há um mês perguntando: minha festa é amanhã? Minha festa é amanhã?”, disse o pai para o G1.

O menino foi assassinado no dia do aniversário em Magé (Foto: Reprodução/ Vídeo G1)

A vítima foi levada de carro por familiares ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a polícia, o suspeito entrou na casa da família com outros convidados. A investigação apura se a arma que estava com o suspeito teria disparado acidentalmente.

-Publicidade-
Por enquanto, os investigadores trabalham com três versões do caso. Em depoimento na delegacia, Pedro Vinícius afirmou que o tiro foi acidental, que a arma caiu no chão e que a bala atingiu Enzo. A mãe do menino contou que ouviu uma discussão de Pedro Vinícius com as crianças e que logo depois ouviu o barulho do tiro, já o pai  disse que o suspeito abraçou o menino e depois disparou.

Até o momento, o suspeito responde por porte ilegal de arma e homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-