Pai de bebê deixado no cemitério pela mãe entra na Justiça para ter guarda do filho

O recém-nascido foi encontrado em novembro e o teste de DNA confirmou a paternidade

O caso será analisado pela Justiça (Foto: reprodução/O Imparcial)

No início de novembro, um recém-nascido foi encontrado em um cemitério, dentro de uma caixa de papelão em Arame, a 478 km de São Luís. O choro do bebê chamou a atenção de pessoas que estavam no local e foi assim que conseguiram achá-lo.

-Publicidade-

Depois de um pouco mais de um mês, a Justiça autorizou o pedido de teste de DNA no bebê feito por Querlason Soares. Com o resultado positivo, o rapaz espera agora conseguir a guarda do filho o quanto antes.

A decisão foi tomada por Cleonice Silva Freire, desembargadora do Tribunal de Justiça do Maranhão, que suspendeu a então decisão de outro juiz que havia permitido que a mãe ficasse com a guarda provisória da criança.

-Publicidade-

A confirmação do teste de paternidade será anexada junto dos pedidos feitos pelo pai e o caso deve ser analisado no dia 10 de janeiro, em que terá a audiência na Vara da Infância de Imperatriz.

Leia também:

Famoso faz teste de DNA para saber se bebê é filha dele e o resultado surpreende

Homem quer teste de paternidade e desabafa: O outro cara tem a mesma aparência do meu filho

Após perder a guarda dos filhos, Britney Spears pode fazer pausa de 10 anos na carreira

-Publicidade-