Notícias

Pessoas que estavam na boia relatam o pânico que passaram no Beach Park

O parque aquático também se pronunciou sobre o caso, vem saber os detalhes

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Reprodução/Facebook)

(Reprodução/Facebook)

O Beach Park deu mais detalhes sobre o acidente do radialista Ricardo Hill, que morreu ontem no parque aquático. Em nota divulgada nesta terça-feira (17), a empresa informou que a boia em que estava Ricardo e outras três pessoas virou dentro do toboágua, mas não chegou a ultrapassar a barreira de contenção do brinquedo “Vainkará”. A boia só teria virado no final do percurso, perto da piscina.

Ricardo passava as férias no Ceará com a mulher, Silvia, e a filha de 8 anos, Luciane, e teve um traumatismo craniano após o acidente. Segundo o boletim de ocorrência, outras três pessoas estavam ao lado da vítima: os turistas Mateus Sena e Tarcisio Pontes, que saíram ilesos, e Michele Laverde que teve ferimentos nos braços e no peito. Mateus ainda relatou para a polícia que Ricardo teria caído de cabeça e sofrido sangramentos, enquanto a família da vítima ficou meia hora sem informações após o ocorrido.

As testemunhas disseram que foram arremessados da boia quando faziam uma curva na descida do brinquedo. Mateus disse que Hill teria pedido para ir na boia com ele, a namorada e um amigo. No brinquedo, há um alerta para o peso máximo de até 320 quilos e até quatro pessoas na boia, mas não houve fiscalização na hora para checar se eles ultrapassavam esse peso. Prova disso é que, segundo o G1, as testemunhas Mateus, Tarcisio e Michele pesam juntos 305 quilos. Então, com o peso de Ricardo, o grupo deve somar bem mais do que o peso máximo recomendado para descer no toboágua.

Caso em investigação

O Beach Park informou que a perícia está sendo realizada pelas autoridades e que as causas do acidente só serão confirmadas depois do fim dos trabalhos de investigação. O parque aquático também afirmou que possui alvará de funcionamento e fez testes em todas as atrações do parque, inclusive no Vainkará, onde aconteceu o acidente. O toboágua foi inaugurado no último sábado (14) e tem 150 metros de percurso, o equivalente a uma altura de um prédio de 18 andares.

O acidente de Ricardo não foi o primeiro que aconteceu nos brinquedos do parque neste ano. Em janeiro, um grupo de turistas chegou a furar boias para escapar de uma possível tragédia no brinquedo Arrepio. A ocasião foi relatada no site Tripadvisor pelos turistas: “O salva-vidas não sabia o que fazer, a água foi subindo, as pessoas gritando e bebendo água… tivemos que furar as boias com os dentes para não ficar sem ar. Por pouco não morremos afogados dentro do tubo. Foi a pior experiência da minha vida. Meu filho está em choque”, relatou um homem chamado M