Polícia acha corpo de criança dentro de cômoda após mãe confessar morte cruel

O caso, que ainda segue em investigação, chocou o mundo pela frieza do casal que vive na Carolina do Sul, no sudeste dos Estados Unidos

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu na Carolina do Sul, nos Estados Unidos
  • A mãe e o namorado podem pegar prisão perpétua
  • A polícia ainda está investigando a morte da menina
  • A criança tinha apenas quatro anos de idade
A mãe e o namorado podem pegar prisão perpétua (Foto: reprodução / vídeo Herald Online)

Jackleen Elizabeth Mullen, uma mãe de 23 anos, e o namorado, Audrevious Jarrel Wiliams, de 26, foram presos por homicídio e negligência com uma menina de quatro anos, que tinha necessidades especiais. A criança foi encontrada morta dentro da gaveta da cômoda, na casa deles.

-Publicidade-

O caso, que aconteceu na última terça-feira, 2 de junho, levou a mãe confessar o crime, um dia depois, no tribunal de justiça de York. Após investigações, a polícia de Rock Hill Det confirmou que a vítima era Índia Martin.

Os policiais contaram que a mãe não expressou emoção quando foi comunicada sobre o corpo da filha (Foto: reprodução / vídeo Herald Online)

Antes de encontrarem a menina, o casal afirmou que ela estava passando alguns dias com a família na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. De acordo com a imprensa local, a mãe não demonstrou emoção” alguma quando o corpo foi achado.

-Publicidade-

“Encontramos essa criança morta, enfiada em uma gaveta”, lembrou o policial responsável. O laudo indicou que Índia tinha sinais de trauma por espancamento, além de desconforto respiratório. De acordo com as leis da Carolina do Sul, o casal pode responder à pena de prisão perpétua.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-