Notícias

Policial se deita ao lado de menino atropelado para acalmá-lo: “Queria sentir a dor dele”

A criança passou por cirurgia e está bem

Cinthia Jardim

Cinthia Jardim ,filha de Luzinete e Marco

A criança teve luxação no rosto e quebrou uma das pernas (Foto: reprodução / Getty Images)

Na última sexta-feira, 27 de setembro, um cabo da Polícia Militar ajudou uma criança atropelada, na zona oeste do Rio de Janeiro. Alexandre Pena, estava de férias, quando viu um menino, de 6 anos, sendo atingido por um carro. A criança havia acabado de sair da escola e estava atravessando a rua.

Em entrevista ao portal R7, o policial disse que viu tudo acontecer: “O menino tinha acabado de sair da escola junto com uma idosa que cuida dele. Até que soltou a mão dela e atravessou a rua. O carro o atingiu e machucou a perna”.

O menino tentou se levantar diversas vezes, mas como havia quebrado a perna, ficou em choque. O policial, que estava perto da casa dos pais, pegou uma almofada para deixar a criança confortável até que a emergência chegasse. O homem se deitou no chão, ao lado do garoto, para acalmá-lo.

Alexandre deixou o menino o mais confortável possível (Foto: reprodução / R7)

“Tentei conversar. O menino gritava: ‘vou ficar sem perna, vou morrer…’ mas repetia que iria ficar com ele e que ficaria tudo bem. Quando o vi sentindo dor, minha vontade era de que essa dor ficasse em mim. Também sou pai e fiquei me colocando no lugar dos pais dele”, explicou o policial ao site.

A criança foi encaminhada para o Hospital Municipal Albert Schweitzer, na zona oeste da cidade, e operou a perna esquerda. Ele teve uma luxação no rosto, mas de acordo com Alexandre, o menino permanece bem.

Leia também:

Criança de 6 anos é presa por um policial e o motivo é revoltante

Bebê de 1 ano é salvo por policial após se engasgar e vídeo é surpreendente

Criança de nove anos ajuda investigação policial com um desenho

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos: