Primeira morte por coronavírus é confirmada no Hospital do Pacaembu e deixa médicos em alerta

O paciente era um homem de 36 anos que tinha doença de Chagas. Ele faleceu no último domingo, 12 de abril

Resumo da Notícia

  • O Hospital de Campanha do Pacaembu foi feito em parceria com o Albert Einstein
  • Ele começou a funcionar e receber pacientes no dia 6 de abril
  • No último domingo, 12 de abril, confirmou a primeira morte por coronavírus
O Hospital de Campanha do Pacaembu está funcionando desde o dia 6 de abril (Foto: Getty Images)

Quase uma semana após a abertura do Hospital de Campanha do Pacaembu, feito em parceria com o Albert Einstein, na Zona Oeste da cidade, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou a primeira morte por coronavírus.

-Publicidade-

O óbito aconteceu no último domingo, 12 de abril, e segundo boletim da prefeitura de São Paulo, a vítima era um homem de 36 anos portador da doença de Chagas. “Ele apresentou piora clínica e veio falecer. A Secretaria Municipal de Saúde lamenta”, diz a nota.

Atendimentos no Pacaembu

-Publicidade-

A nota ainda informa que o Hospital de Campanha está com 61 leitos ocupados, sendo 55 de baixa complexidade e 6 na chamada Sala de Estabilização, que é equipada para atender pacientes mais graves.

Hospital de campanha é montado no estádio do Pacaembu, em SP(Foto: Reprodução/ NELSON GARIBA/ESTADÃO CONTEÚDO/R7)

Hospital de Campanha do Anhembi

Já a unidade do Anhembi registrada no último domingo 13 internações, sendo apenas uma em leito de estabilização. A unidade tem 326 leitos prontos para receber novos pacientes.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-