Notícias

Quanto mais gente melhor

Chile cria bolsa para famílias que tiverem mais de dois filhos para estimular a natalidade

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Para combater a desaceleração da economia chilena o presidente Sebastián Piñera optou por combater, entre outros problemas, a queda da taxa de natalidade no país, informa reportgaem publicada pela revista CartaCapital desta semana. Para tanto, ele criou a Bolsa Terceiro Filho, que daria uma ajuda de custo para incentivar as famílias a terem mais de dois filhos.

Assim, toda família que tiver uma terceira criança receberá, mensalmente, 100 mil pesos (R$ 400) e esse valor ainda pode aumentar de acordo com o número de herdeiros. No caso de quatro filhos, por exemplo, a família receberia 150 mil pesos (R$ 600) e no caso de cinco a bolsa chegaria a 200 mil pesos (R$ 800).

O Ministro de Desenvolvimento chileno, Joaquín Lavín, lembra ainda que esse tipo de política existe também em outros países da Europa, como França e Noruega, embora críticos do projeto ressaltem que na Noruega, por exemplo, o auxílio seja feito através de uma complexa rede de benefícios enquanto no projeto chileno ele se resume apenas em um cheque no fim do mês.

Também não está claro se a política irá incluir filhos adotados ou não. Autoridades ressaltam que estimular a adoção é muito importante, mas ela não pode acontecer apenas por conta do auxilio governamental.

Leia a reportagem completa no site da revista Carta Capital

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não