Ricardo Brennand morre aos 92 anos vítima do coronavírus e deixa 23 netos e 48 bisnetos

Empresário, engenheiro, incentivador das artes e colecionador pernambucano testou positivo para o novo coronavírus e morreu no Real Hospital Português, onde estava internado na UTI

Resumo da Notícia

  • Ricardo Brennand deixou esposa e oito filhos, além de 23 netos, 48 bisnetos e uma tataraneta
  • Ele testou positivo para o novo coronavírus, e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva
  • Ele criou um instituto cultural reconhecido mundialmente nas terras do antigo Engenho São João
Ele criou um instituto cultural reconhecido mundialmente nas terras do antigo Engenho São João (Foto: Reprodução / Instagram @institutorb)

Na madrugada deste sábado, em Recife, o empresário e engenheiro pernambucano Ricardo Brennand morreu aos 92 anos, ele testou positivo para o novo coronavírus, e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Real Hospital Português, no bairro do Paissandu, na área central da cidade, desde domingo 19, de abril.

-Publicidade-
Ricardo Brennand colecionador e incentivador das artes (Foto: Reprodução/ Vídeo G1)

 

O colecionador e incentivador das artes, Ricardo Brennand deixou esposa e oito filhos, além de 23 netos, 48 bisnetos e uma tataraneta. O corpo dele será cremado, segundo a família. Ele era primo do ceramista e artista plástico Francisco Brennand, que morreu aos 92 anos, no Recife, no mesmo hospital, no dia 19 de dezembro de 2019, devido a uma infecção respiratória.
Nascido no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, Ricardo Brennand criou grandes indústrias: de aço, cimento, vidro e açúcar. Ele criou um instituto cultural reconhecido mundialmente nas terras do antigo Engenho São João, no bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife.
Em uma área de 180 mil metros quadrados recortados por jardins, lagos, obras de arte e um castelo medieval, o complexo cultural reúne um acervo da história e da arte que fica de legado para as futuras gerações. A inauguração, ocorrida há 18 anos, contou com a presença do príncipe herdeiro da Dinamarca, Frederick Terceiro, de acordo com o G1.

-Publicidade-