Sem ficar neurótica

Gláucia, mãe de Eyshila, descobriu novas maneiras de fazer a filha gostar de comida

-Publicidade-

Sempre tive muita dificuldade na alimentação da minha filha, pois ela sempre foi muito influenciada pela aparência do alimento. Dei vitamina, remédio de verme (por conta própria), tudo para ver se o apetite mudava.

Nunca fui muito fã de legumes e por medo dela também não gostar, comecei a mudar meus hábitos alimentares. Agora, depois de algum tempo, ela começou a ver que experimentar não custa nada e quando gosta de algo novo, sempre que vou ao mercado. Ela me pede pra comprar batata doce, por exemplo, que ela amou.

-Publicidade-

Acho que depende muito dos pais oferecerem para experimentar e dar o exemplo. Agora, se a criança não gostar do alimento, paciência! O negócio é tentar dar outra coisa que possa substituir e, assim, não fico mais neurótica.

-Publicidade-