Universidade de Cambridge mostra influência do pai na saúde mental de bebês

Resultados mostram que crianças ansiosas e estressadas, geralmente,tendem a ter pais que também possuem as mesmas características.

(Foto: Reprodução / GettyImages)

Existem várias pesquisas sobre o comportamento infantil e todas analisaram apenas os impactos psicológicos das mães nos bebês. Mas, pela primeira vez, pesquisadores da Universidade de Cambridge encontraram envolvimento dos pais na saúde emocional das crianças durante a gestação.

-Publicidade-

“Nossas descobertas destacam a necessidade de apoio mais precoce e efetivo para os casais prepararem-nos melhor para a transição para a parentalidade”, disse em entrevista Professora Claire Hughes, líder da pesquisa. 

A pesquisa revelou que geralmente os bebês herdam os sentimentos que a mãe teve ao lidar com parceiros que apresentavam problemas emocionais. É importante ressaltar que a pesquisa indicou que os fatores genéticos também influenciam o comportamento e o emocional das crianças.

-Publicidade-

Além disso, os pesquisadores descobriram que as crianças de dois anos costumam ser mais preocupadas, carentes e chorosas caso os pais apresentassem problemas de relacionamento depois de darem a luz.

O estudo foi publicado pela revista Development & Psychopathology e envolveu 438 pais e mães que são pais de crianças de 14 a 24 meses e residem no leste inglês, estado de Nova York e Holanda.

Há uma suposição de que é realmente difícil envolver os pais em pesquisas como essa, mas nosso estudo baseia-se em uma amostra relativamente grande e é único porque ambos os pais responderam às mesmas perguntas em todas as etapas, o que nos permitiu fazer comparações diretas“, disse Hughes.

A pesquisa também é parte de um projeto que analisa a influência de novos pais e mães. Em um estudo vinculado, publicado no Archives of Women’s Health Mental em julho, pesquisadores compararam o bem estar dos pais durante o primeiro trimestre da gestação e quando os bebês completavam 4 anos.

Leia também:

Pesquisa revela que a maioria dos pais não sentem culpa por usar o celular como “babá”

Pesquisa mostra que 1 a cada 7 pais se arrepende do nome escolhido para o filho

Pesquisa comprova o que a gente já sabia: quase 100% dos brasileiros consideram os pets como filhos

-Publicidade-