Vídeo chocante: bebê morto é deixado em caixão perto de lixo após pais nunca ficarem com filho

Com um desabafo de partir o coração, a mãe e o pai de Naun, que não chegou a ficar nem um dia com a família, falaram como se sentiram no momento

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu na terça-feira, 9 de junho, na Bahia
  • O bebê não chegou a ficar nem um dia com a família
  • A família de Naun falou sobre como se sentiu no momento
  • A prefeitura emitiu uma nota
Os agentes funerários disseram que receberam as orientações por causa de pacientes mortos por coronavírus (Foto: reprodução / vídeo YouTube)

Na última terça-feira, 9 de junho, uma família, em Ouro Negro, na Bahia, precisou colocar o corpo do filho recém-nascido em um caixão nos fundos da unidade de saúde. Em um vídeo, que viralizou na internet, é possível ver o pai acompanhando o agente funerário.

-Publicidade-

Nas imagens, que causaram espanto, a preparação acontece ao lado de um contêiner de lixo do hospital. De acordo com informações do SBT, os funcionários disseram que receberam essa orientação porque dois pacientes haviam falecido por coronavírus na unidade.

O pai do bebê, Luiz Henrique, de 26 anos, fez um desabafo de partir o coração ao Correio 24 Horas: “É uma situação revoltante. Ela entregou o corpo na minha mão”. Em seguida, a mãe de Naun, que não chegou a ter nem um dia com o filho, completou: “Trataram como se fosse um cachorro”.

-Publicidade-
A família está muito abalada com a situação (Foto: reprodução / TV Bahia)

Em nota, a Prefeitura de Candeias afirmou que o vídeo é de “extrema indignação” e irá identificar todos os envolvidos. “A prefeitura de Candeias recebeu com extrema indignação as imagens divulgadas nas redes sociais, onde o corpo de um natimorto está sendo preparado de forma indevida, por agentes funerários, no fundo do Hospital Ouro Negro. A Secretária de Saúde, tão logo tomou conhecimento do fato, abriu uma sindicância para apurar o ocorrido e identificar todos os envolvidos”, começou a nota.

Em seguida, é dito que a situação será investigada: “A Secretária de Saúde, Soraia Cabral, informa que não vai tolerar o descaso da equipe relacionada ao fato, tendo determinado agora à pouco o afastamento imediato dos mesmos, até que se apure a responsabilidade, para a aplicação das medidas cabíveis, que podem resultar no desligamento dos envolvidos. A prefeitura também notificou a empresa responsável pelo serviço funerário para se pronunciar sobre o procedimento do agente funerário”, concluiu.

Assista ao vídeo:

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.