Vídeo: Drauzio Varella se desculpa após polêmica com presidiaria trans que estuprou e matou criança

Foi ao ar na ultima edição do Jornal Nacional, vídeo em que o Dr. Drauzio Varella se pronuncia sobre as polêmicas após abraçar a presidiaria transexual, Suzi, que em 2010 foi condenada por estuprar e matar um menino de 9 anos.

Resumo da Notícia

  • Dr. Drauzio Varella se pronuncia após julgamentos sobre sua matéria do Fantástico
  • Em vídeo Drauzio pede desculpas a família da vitima
  • Ele não sabia qual era o crime cometido quando conversou com ela
  • Suzi estuprou e matou um menino de 9 anos
Suzy e Dr. Drauzio Varella (Foto: Reprodução/Facebook)

Na ultima terça-feira, 10 de março, o Dr. Drauzio Varella se pronunciou sobre as repercussões da reportagem especial do Fantástico, sobre presidiarias transexuais. A matéria que foi ao ar no domingo, 1 de março, causou comoção nacional em uma cena em que Drauzio conversa com a detenta, Suzi.

-Publicidade-

Na cena, a transexual conta sobre como funciona a vida de mulheres como ela nos primeiros anos de prisão. Além de prostituição, que ela acredita ser a unica forma de ganhar algum dinheiro, Suzi exclamou que não recebe visitas a mais de oito anos. A confissão dela emocionou o doutor, que no fim sentiu que precisava abraçá-la.

No mesmo dia milhares de expectadores se sentiram emocionados com tristeza do relato de Suzi, assim como Drauzio. A cena foi tão comentada, que as pessoas começaram a pesquisar mais a fundo a história dos crimes cometidos pela trans. De maneira chocante, Suzi foi condenada por estupro e homicídio de um garoto de 9 anos de idade.

-Publicidade-

Quando as informações vieram a tona, os internautas bombardearam Dr. Drauzio por seu ato de abraçar uma pessoa que cometeu um crime grave. Em meio a tantos julgamentos, Drauzio Varella se pronunciou publicamente em vídeo transmitido pelo Jornal Nacional. No vídeo ele explicou que seguiu as regras de ética e que não sabia o crime que Suzi teria cometido, que apesar de pedir desculpas a família da vítima, ele fez o ‘papel de médico e não de juiz’.

Confira abaixo o vídeo:

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-