Pais

Corpão não tão violão

Seu bebê mal nasceu e você já está preocupada em perder peso? Vá com calma! Isso pode demorar um pouco mais do que o esperado

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Ficar triste no pós-parto ao comparar seu corpo ao de modelos e atrizes não é nem um pouco justo. Elas têm personal trainers e cozinheiros para ajudá-las a manter a forma durante a gravidez e a emagrecer depois. Em vez de se prender a expectativas pouco realistas estabelecidas por estrelas de TV, faça as coisas do seu jeito. “Demora um ano para que o seu corpo cresça e se estique para o bebê, então se dê um ano para voltar ao normal”, diz Anita Sadaty, ginecologista e obstetra.

Ganho de peso durante a gravidez
Muitas das celebridades que voltam à forma rapidamente mantêm o ganho de peso sob controle enquanto estão grávidas (os médicos sugerem que mulheres que começam a gravidez com um peso saudável ganhem entre 11 e 15 quilos  e entre 15 e 18 quilos para gestações gemelares). Depois da chegada do bebê, elas, em geral, passam muito tempo na academia. “Uma das minhas clientes fazia exercícios aeróbicos de manhã e musculação à tarde”, diz Andrea Orbeck, personal trainer que ajudou famosas como Heidi Klum a voltarem à forma. No entanto, a maioria das mulheres não deve forçar. De duas a três semanas após um parto vaginal (ou de quatro a cinco após uma cesárea), você pode começar a fazer caminhadas e, em mais uma ou duas semanas, treinar até chegar a corridas ou qualquer outra atividade de que goste. A partir daí, Orbeck sugere 30 minutos de exercícios cinco ou seis vezes por semana.

Barriguinha pós-parto
Pelo fato de os músculos da sua parede abdominal terem se esticado para dar espaço ao bebê, a sua barriga pode ficar com uma aparência semelhante à que tinha no primeiro trimestre por até seis meses depois do parto. Fazer ioga e pilates pode ajudar, mas algumas mulheres podem ficar com um pouquinho de pele sobrando que não vai embora por nada. “Você pode fazer todos os abdominais do mundo e ainda não chegar ao resultado que está procurando”, diz Orbeck. Mas, de qualquer jeito, seu pequeno certamente vale mais do que uma barriga chapada.

Seios fartos
Ganhar um número a mais no tamanho do sutiã pode ser uma grande vantagem de estar grávida. Níveis mais altos de progesterona e estrógeno preparam o seu corpo para produzir leite, fazendo com que os seus tecidos mamários inchem. Quando você desmamar o seu bebê, a quantidade de hormônios no seu corpo vai cair e os seus seios vão voltar para o tamanho de antes, talvez com um pouco de flacidez, o que é normal. Limitar o ganho de peso da gravidez também facilita o processo. “Quilos extras frequentemente acabam nos seus seios”, diz Orbeck. A amamentação acelera a perda de peso para muitas mulheres, mas não é garantido que isso aconteça. “A prolactina, o hormônio necessário para produzir leite, pode desacelerar o seu metabolismo,” diz Anita, “o que explica por que muitas pacientes não conseguem perder aqueles quilinhos extras até acabarem de amamentar”.

O que aconteceu com seus pés?
Quase 75% das mulheres grávidas ficam com os pés inchados. Gestantes retêm mais líquidos para que os tecidos possam se expandir conforme o bebê cresce; a gravidade faz com que os fluidos se depositem nos pés e tornozelos. Mas não dê seus sapatos para caridade tão cedo! Você provavelmente voltará a caber neles dentro de um ano.

Top 5 exercícios para a grávida

Hidroginástica: fortalece os músculos e tem baixo impacto
Natação: traz benefícios para a circulação e ajuda a diminuir os inchaços
Caminhada: aumenta a força, a resistência e a flexibilidade
Ioga: traz auto-conhecimento e alivia as mudanças no corpo
Alongamento: ajuda a amenizar desconfortos e dores 

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não