Pais

Empreendedorismo é solução de mãe após crise econômica

Tatiane valoriza os momentos em família

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

A melhor parte de tudo para Tatiane é poder estar próxima a sua filha (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

A crise econômica, há alguns anos, impactou diretamente a renda de famílias brasileiras, como a de Tatiane Barreto. Ela e o marido sentiram a queda de clientes e, assim Tati resolveu empreender, criando a Pequenos Mimos Artigos Infantis:

“Sou casada e tenho uma filha de 4 anos. Bacharel em Zootecnia pela Universidade Federal de Lavras e Especialista em Vigilância Sanitária de Alimentos; atuava como Analista de Assuntos Regulatórios – trabalhando em home office.

Com o agravo da crise econômica em 2016, muitos dos meus clientes ‘baixaram as portas’, outros deixaram seus contratos em stand by e novos clientes não apareciam. Eu, consequentemente, comecei a passar por apuros financeiros.

Meu marido, que é taxista, nesta mesma época passou a ter dificuldades no trabalho devido a queda no movimento. Foi assim que, quando minha filha tinha 2 anos, minha empreitada como mãe empreendedora do universo infantil teve início.

Na loja, você encontra opções de kit como esse (Foto: reprodução/Instagram/@pequenosmimosartigosinfantis)

Ao participar de grupos de desapegos de artigos infantis, passei a ver o que as mães buscavam e tive a ideia de começar a vender aqueles produtos que elas mais procuravam.

Com o passar do tempo, passei a comercializar, também, peças de confecção própria tais como: faixa soneca, chalkboards etiquetas para identificar uniforme e muitos outros itens.

A gama de produtos vai aumentando de acordo com a minha criatividade e de acordo com as necessidades maternas. E lá se vão quase 3 anos assim!

Nesta empreitada, conto com o apoio do meu marido, que me auxilia como pode, principalmente no tocante das entregas das encomendas em algumas regiões da cidade de São Paulo.

Uma das coisas que mais gosto no empreendimento materno é poder estar sempre perto da minha filha, acompanhando seu desenvolvimento: cuidando das suas refeições, ajudando na lição de casa e podendo colocá-la para dormir todos os dias.

São essas pequenas coisas que fazem valer a pena e talvez eu não conseguiria fazer tendo outro tipo de ocupação.

Também tem opções para as datas comemorativas (Foto: reprodução/Instagram/@pequenosmimosartigosinfantis)

Se a maternidade também despertou a sua vontade de empreender, conte a sua história para nós pelo direct do Instagram e participe do projeto Nascer de Novo, em parceria com a Brascol! Vamos juntas valorizar o empreendedorismo materno.

Leia também:

Mãe cria ONG para promover a inclusão de jovens com Síndrome de Down e a motivação é o filho

Roda de conversa entre mães vira negócio para mulher: “A carapuça não nos deixa mostrar fragilidade”

Mãe se reinventa com a chegada do filho e passa a dar aulas de Yoga para crianças e adultos