Pais

Mãe desabafa após descobrir condição rara na gravidez: “Meu corpo estava envenenando meu bebê”

Callie Hayes, de 22 anos, sofreu 2 abortos espontâneos e uma falha na fertilização in vitro

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Callie deu à luz Teddy, porém passou por muitas dificuldades antes de engravidar (Foto: Reprodução / The Sun)

Callie Hayes tem uma história de vida muito inspiradora. A mãe de 22 anos sofreu 2 abortos espontâneos e uma falha na fertilização in vitro e, depois de fazer um exame de ultrassom descobriu que tinha uma condição muito rara: a hidrossalpinge. De acordo com o The Sun, a condição é causada quando uma das trompas de Falópio é bloqueada por um acúmulo de líquido. No caso de Callie, a trompa de Falópio esquerda estava vazando líquido para dentro de seu útero, impedindo que qualquer embrião se desenvolvesse da forma adequada.

Para tentar reverter a situação e melhorar sua fertilidade, Callie fez uma cirurgia para remover o tubo danificado. Felizmente, duas semanas depois, ela engravidou e conseguiu ter um filho, chamado Teddy. Callie decidiu expor sua história para que as pessoas ficassem sabendo dessa condição rara. “Ter o diagnóstico dessa condição da qual nunca ouvi falar foi aterrorizante”, ela diz ao The Sun. “Os médicos disseram que era como se o líquido banhasse meus bebês no útero todo mês, então meu corpo estava envenenando meus filhos por acidente”.

Callie teve 2 abortos espontâneos e uma fertilização in vitro falha, mas conseguiu engravidar (Foto: Reprodução / The Sun)

Callie relembra que ficou com o coração partido na época, mas que, embora não tivesse garantia de que iria engravidar após remover o tubo, ela decidiu tentar. De acordo com o The Sun, as pessoas que sofrem de hidrossalpinge não apresenta os sintomas, descobrindo a doença da mesma forma que Callie. “Fiquei aterrorizada por nunca ter o bebê dos meus sonhos, mas tinha esperança e precisei me agarrar nisso e rezar pra que desse certo”, ela diz. A mãe foi submetida a uma laparoscopia ginecológica e salpingectomia, cirurgias em que os médicos removeram a trompa de Falópio esquerda.

Em maio de 2019, Callie deu à luz o primeiro filho, Teddy. “Teddy é o nosso bebê milagroso, ele é o menino mais maravilhoso e sempre nos faz rir com seu sorriso. Pensei que meu diagnóstico significasse que meus sonhos de ser mãe teriam um fim, mas agora Teddy está aqui e eu sou a mulher mais feliz do mundo”, finaliza a mãe.

Leia também:

Claudia Leitte mostra condição rara que o filho do meio tem e explica como é causada

Mãe explica por que decidiu compartilhar sua experiência de fertilização in vitro no Instagram

Aborto espontâneo: entenda por que não é sua culpa