Pais

Mãe pode (e deve) exagerar no batom, sim!

Uma mãe passou batom todos os dias por uma semana. O resultado foi incrível, vem ver!

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Usar a tonalidade certa de batom é uma tática que faz com que você fique ainda mais bonita. Essa é a conclusão de Kate Sandoval, mãe e diretora de beleza. Após fica uma semana apenas usando batom, ela anotou alguns resultados positivos disso. Leia o relato:

“Você sabe aquele meme que declara: “Estou impressionado com o quão feio estou saindo em público hoje”? Isso resume muito bem como eu me senti desde que tive meu segundo filho ano passado. A maioria das manhãs eu posso deixar minhas crianças limpas e vestidas, mas eu não posso dizer o mesmo sobre mim. Eu provavelmente estou com o cabelo sujo preso em um topete da noite anterior, com aveia seca presa na minha camisa e sem um pingo de maquiagem sequer. Se é um dia de semana, eu consigo passar um pouco de maquiagem no trabalho, mas nos fins de semana, sem jeito.

Honestamente, essa nova fase não foi boa para minha autoestima. E quando eu mencionei isso para Maggie Ford Danielson, mãe de dois e a autoridade de beleza global da Benefit, ela compartilhou do mesmo sentimento. “Quando eu passei por aqueles meses dos recém-nascidos e comecei a usar maquiagem de novo, pensei: ‘Ah, certo, agora eu lembro quem eu sou’”.

Assim como é para nossos filhos, a rotina pode ser chave para o nosso dia a dia e a maquiagem de manhã era uma parte integrante da minha. Reconhecendo isso, eu decidi enfrentar uma semana apenas usando batom.

Sábado de manhã: meu filho de dois anos está implorando para sair. A tarefa de preparar todo mundo, inclusive eu, geralmente parece uma maratona, mas depois de tudo isso me lembro de aplicar o batom. Eu deslizo a cor em meus lábios enquanto meu filho faz uma última tentativa de fazer xixi. Ele olha para cima e diz: “Mãe, sua boca ta vermelha!”. O marido de 36 anos é alheio, mas está emocionado que eu estou pronta em tempo recorde. Nós saímos!

O próximo teste é segunda de manhã. Eventualmente, os almoços são feitos e as crianças estão vestidas. Eu coloco-os no carrinho, em seguida, corro para o espelho e passo o batom. Quando eu deixo meu filho na escola, seu professor
de alguma forma não vê minhas olheiras e roupas amarrotadas e em vez disso diz: “Uau, você está linda”. Durante a semana as pessoas me perguntam se eu cortei meu cabelo (não, está oleoso!) ou se minha roupa é nova (certamente não). É oficial: o batom funciona.

Batom ousado é agora a minha coisa. É fácil de passar e o feedback positivo traz um impulso bem-vindo. E acho que meus filhos sentem que é bom. O mais importante: sinto-me mais como eu. O batom é uma coisinha minúscula, mas para mim é u