Pais

Maternidade desperta vontade de empreender e mãe cria dois negócios próprios

Se manter um já é difícil, imagina dois

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Ana Paula fundou a BêLeite Amamentação e a BêBrinquê (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Se manter um negócio já é difícil, imagina dois. Ana Paula Centurião não só embarcou nessa missão, como está tendo um retorno positivo. Conheça melhor essa história:

“Sempre tive vontade de ter minha própria empresa e após o nascimento da Beatriz, carinhosamente apelidada de Bê, me tornei uma mãe empreendedora, abrindo duas empresas!

A BêLeite Amamentação nasceu em 2015, após o nascimento prematuro da Bê e a minha necessidade de utilizar bombinhas de extração de leite materno, a qual precisei alugar em Florianópolis. 

Depois de receber alta do hospital e voltar para a cidade em que iríamos morar, não tínhamos o serviço aqui e então precisei comprar uma. Assim, surgiu a ideia de oferecer na minha região.

Busquei melhorias e um atendimento mais humanizado. Atualmente, temos duas sedes em Jaraguá do Sul e Florianópolis, atendendo cerca de 84 cidades e já ajudamos mais de 2000 mil mamães

Em 2016, quando a Bê tinha cerca de 1 ano e 6 meses, conheci o universo Montessori e Waldorf, como teorias mais respeitosas a criança. Quis penetrar e então quis muito uma Torre de Aprendizagem para minha filha

Nenhum modelo no mercado atendia minhas expectativas como mãe. Então comecei a pesquisar como poderia melhorar alguns aspectos da torre e quis fazer uma para a Bê. 

Fiz um projeto, mudando e adequando cada medida, para que ficasse como eu queria: um modelo mais seguro! Outras amigas também quiseram. Depois da torre, quis fazer um arco-íris Waldorf e novamente fiz o projeto como queria. Começamos a fazer mais brinquedos.

Assim nasceu a BêBrinquê, uma fábrica de ideias afetivas, onde buscamos fabricar brinquedos que sejam alegres, divertidos e brincantes, todos fabricados com muito amor e afeto, como se fosse para a Bê.

Hoje, fabricamos mais de 100 modelos de brinquedos, itens de decoração e móveis infantis, todos com projeto próprio, vendidos para todo o Brasil. Esse é um pequeno resumo da minha história e como a maternidade me transformou e me tornou empreendedora!”

Se você também quer montar um negócio e ser dona do próprio tempo, conte sua história para nós via direct do Instagram (@paisefilhosoficial) e participe do projeto Nascer de Novo, em parceria com a Brascol. 

Leia também:

Evento sobre empreendedorismo materno comemora sucesso do projeto Nascer de Novo

Paixão pela gastronomia e chegada do filho fazem mãe criar um negócio próprio

Brascol lança coleção verão para 2020 e as peças têm muita cor e personalidade