Pais

Tudo isso? Você pode envelhecer até 11 anos depois que tem um filho

A pesquisa afirma que te envelhece três vezes mais do que fumar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

gravida_e_livro_619

Seu corpo e organismo mudam muito durante a gravidez, mas uma pesquisa americana mostra que os efeitos são muito mais intensos do que imaginávamos.

O estudou analisou mais de 1.900 americanas focando no DNA delas e notou que o genoma muda conforme envelhecemos. Como acontece? Os cromossomos são protegidos por estruturas chamadas telômeros que são filamentos microscópios de proteína que funciona como uma capa que preserva nosso material genético. Com o tempo, esses telômeros se desgastam e diminuem de tamanho. Ou seja: telômero grande = jovem; telômero pequeno = velho.

E quando comparado um telômero de uma mãe com o de uma mulher sem filho, a diferença foi enorme. As mães tinham, em média, 116 unidades de telômero a menos. Normalmente, a estrutura tende a perder 9 ou 10 unidades anualmente, uma gravidez equivale a um processo que só ocorreria em um período de 11 anos. Sim, também estamos chocadas.

Para efeito de comparação, de acordo com o mesmo estudo, fumar causa um desgaste de quatro anos, e a obesidade encurtava os telômeros em, no máximo, oito anos.

Anna Pollack, bióloga da George Mason University e responsável pela pesquisa disse à New Scientist que ficaram surpresos em encontrar um resultado tão impressionante e que não conseguiu entender porque isso acontece.

A hipótese mais provável é que o stress causado pela gravidez e criação da criança ataque diretamente a proteção do DNA, porém, como não houve uma medição dos telômeros antes, durante e após a gravidez fica difícil cravar qualquer tipo de diagnóstico definitivo.

Por não saber a causa do envelhecimento genético, Anna faz um alerta: “nós não estamos dizendo para as pessoas pararem de ter filhos”. Mas fica a informação: telômeros curtos são associados à uma maior probabilidade de desenvolver doenças crônicas, e até mesmo, à uma taxa de mortalidade mais elevada.

Leia também:

Você sabia? Seu cérebro também muda durante a gravidez

5 coisas que vão mudar no seu relacionamento depois da gravidez

Gravidez não faz câncer de mama retornar, afirma estudo