;
Bebês

Aline Fanju faz desabafo sincero sobre a maternidade: “Choro, mas me perdoo. Não é fácil”

A atriz também se posiciona sobre a glamorização da maternidade

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

Aline Fanju (Foto: reprodução/Instagram)

A atriz Aline Fanju teve sua primeira filha a pouco tempo e não consegue esconder sua felicidade. Mas com esse sentimento também aparece alguns desafios da vida de mãe. Aline contou para Marie Claire sobre glamorização que sente quando o assunto é maternidade.

A mãe desabafa que essa romantização é uma violência contra a mulher.“Mães de corpos perfeitos no pós-parto é um desserviço. É inalcançável, portanto oprime e deprime. A mulher é mais cobrada e exigida na sociedade e não deveria postar representações desse tipo, por mais que esteja sendo fácil para elas. As mães precisam ser acolhidas. É preciso sororidade, empatia.”

A atriz compartilhou que a experiência na hora do parto foi repleta de fases. Ela conta que ficou em uma espécie de transe, duas horas se passaram como se fossem minutos.

Aline conta que sentiu uma dor nunca antes sentida, mas ao mesmo tempo uma enorme força e determinação. “De repente, o que até então era uma barriga que eu alisava, uns chutes que eu levava na costela e uma imagem distorcida de ultrassom virou uma pessoa minúscula nos meus braços e eu exausta aos prantos, de cócoras, com rosto todo pipocando de tanta força que fiz me senti a mais fêmea de todas as fêmeas… bicho mesmo!

Teresa, filha da atriz (Foto: reprodução/ Instagram)

Ela resume seu primeiro mês de mãe em uma palavra, “cansativo”, mas acha que se saiu bem. Aline não tinha experiência com bebês, nunca havia trocado uma fralda, ou dado banho em um recém-nascido.

Mas ela foi aprendendo aos poucos, rindo dos erros, porém sempre aprendendo. “Bebês choram mesmo e bastante! Pode ser bem desesperador, mas tenho conseguido manter a calma e tentando entender o que minha filha precisa de mim! Às vezes me angustio, choro, mas me perdoo. Não é fácil”, a mãe reflete para Marie Claire

O pai de primeira viagem, Marcelo Cavalcanti, tem se saído bem. Ele troca as fraldas, dá banho. Mas o leitinho das madrugadas não tem jeito, é tarefa da mãe.

Pai e filha (Foto: reprodução/ Instagram)

A mãe confessa que não resiste uma rotina de horários para a madrugada. Já passou por noites em que sua filha, Teresa, acordou de uma em uma hora, outras que ela acordou apenas uma vez. Mas esses momentos fazem mãe e filha se conhecerem melhor. “Percebê-la tentando me focar, reconhecer meu rosto enquanto eu canto para ela é bonito demais. Já chorei algumas vezes”, conta Aline.

Leia também 

Atriz posta foto mostrando lado sem brilho da maternidade e recebe elogios

Coincidência? Artistas da globo podem dar à luz no mesmo dia

No divã: a identidade na maternidade