Criança

Antes de morrer, menino resiste ao câncer por 6 semanas por um motivo que vai te surpreender

Bailey tinha apenas 9 anos

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

Bailey tinha 9 anos (Foto: Reprodução/ The Sun)

Bailey Cooper, de 9 anos, foi diagnosticado com linfoma Non-Hodgkin, um raro câncer que se espalha nos vasos e glândulas do corpo. Quando foi descoberto, já estava no estágio 3.

Depois de uma forte dose de quimioterapia e muitos esteroides, Bailey entrou em remissão e conseguiu voltar para a escola, fazendo apenas retornos no hospital para acompanhamento.

Depois de alguns exames, o menino saiu de férias com a família. Porém, no segundo dia, o hospital ligou dizendo que o câncer de Bailey estava de volta. O menino já tinha começado a sentir falta de ar e dores no estômago.

O menino resistiu ao câncer por muito tempo (Foto: Reprodução/ The Sun)

Os médicos deixaram claro. Mesmo que ela sobrevivesse, ele teria sequelas para a vida toda. Bailey precisava de um transplante de células-tronco. Ele conseguiu entrar em remissão novamente.

6 semanas depois, o câncer voltou com todas as forças, e dessa vez ninguém poderia fazer nada. Os médicos disseram que ele tinha apenas dias ou semanas, mas o menino estava determinado a viver para conhecer e dar um nome para sua irmã, que estava para nascer.

Ele cumpriu o que prometeu: a menina chama Millie. Infelizmente, Bailey morreu na véspera de Natal depois de lutar dia e noite contra o câncer.

Bailey deu o nome para a irmã (Foto: Reprodução/ The Sun)

Leia também:

Filha organiza ensaio fotográfico para mãe com câncer e o resultado é emocionante

Você não vai acreditar no que esse Papai Noel fez ao visitar crianças com câncer

Menino com câncer terminal recebe cartões de Natal de pessoas do mundo inteiro