Embaixadores

Aos 39 anos, Ellen Rocche fala sobre congelamento de óvulos

A atriz também falou sobre a decisão de tornar pública a notícia do procedimento

Marina Paschoal

Marina Paschoal ,Filha de Selma e Antônio Jorge

(Foto: Reprodução Instagram / @ellen_rocche)

Ellen Rocche está no auge dos seus 39 anos e tem planos de se tornar mãe futuramente. Para isso, a atriz resolveu passar por procedimento de congelamento de óvulos. “Conversei com a minha ginecologista sobre o assunto e fiquei superanimada com essa possibilidade. Independente da idade, acho que todas as mulheres deveriam preservar sua fertilidade”, ela disse em entrevista ao portal Kogut.

E para ela, o procedimento vai além das mulheres que passaram dos 30 e ainda não tiveram filhos. “São muitas as possibilidades, mesmo para aquelas que já são mães, como a de ter um outro filho mais tarde. Por enquanto, não é minha vontade ter filhos. Então, foi bem bacana realizar o procedimento”, comentou.

Outro ponto muito bacana da atitude de Ellen foi de dividir esse momento com o público justamente para levar conhecimento sobre o assunto às mulheres. “É uma informação que ainda fica muito escondida. Muitas mulheres que são diagnosticadas com câncer, por exemplo, não sabem que podem preservar sua fertilidade antes de fazer o tratamento que as deixará estéreis. Eu mesma só descobri sobre o tema agora, senão já teria feito muito antes. Acho que todo artista tem que ser porta-voz de uma causa que ache importante”, finalizou.

Congelamento de óvulos

O processo é feito em duas etapas. Primeiro é induzida a ovulação por meio de aplicação de medicação. Essa etapa dura de 9 a 11 dias. Em seguida é feita a coleta do óvulo. “Por meio do ultrassom, eu consigo visualizar os folículos dos ovários. Pela medida do folículo, vejo quando o óvulo está maduro”. Isso indica que o folículo pode ser extraído. A coletagem do folículo é feita por meio de um procedimento realizado em ambiente cirúrgico, com sedação venosa e que dura em torno de 15 minutos”, explica Ana Lucia Beltrame, mãe de Rafael e Guilherme, e especialista em reprodução humana.

Leia também 

Procedimento preserva óvulos de mulheres em tratamento oncológico

Gravidez depois dos 50? É possível e a gente discute os prós e contras!

Engravidar após os 45, é possível?