Criança

Empreender é saída de mãe solo após demissão: “Tenho controle em relação ao meu trabalho e horários”

Maria Claudia criou uma loja online e treina o desapego

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

A maternidade é uma realização na vida de Maria Claudia (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Empreender é uma das saídas possíveis diante dos desafios do mercado de trabalho. Considerando que 48% das mães ficam desempregadas após 1 ano do nascimento dos filhos de acordo com a FGV, é um ótimo negócio depois da maternidade.

Não à toa, 75% das mulheres optam por esse caminho ao se tornarem mães. Esse foi o caso de Maria Claudia Oliveira. Sem trabalhar e buscando um meio de sustentar a filha, ela viu no site Antes de Mim a solução.

Neste brechó online exclusivo de produtos infantis, as mães podem anunciar peças novas e seminovas dos filhos e fazer uma renda. “Sou mãe solteira e não dá para depender somente da pensão”, explica.

Assim, a empreendedora criou uma loja e decidiu desapegar. “A facilidade e simplicidade para fazer negócios me atraem no site”, conta a mãe que já realizou algumas vendas.

Para ela, a maternidade é uma realização e, por isso, faz questão de aproveitar cada fase, compartilhando todas as descobertas, tanto como mãe quanto como filha.

Maria Claudia fala que muitas das roupas da filha são presentes das tias. Nesses pacotes, vem peças novas e seminovas, usadas pelas primas mais velhas. A mãe revela que é tanta opção que nem dá tempo de usar.

Já que a família tem o hábito sustentável, a empreendedora decidiu prolongar a vida desses itens e vender online. “Eu separo as roupas da minha filha em dois blocos. As peças mais castigadas faço doação para a Igreja, enquanto as menos usadas, coloco a venda”, comenta.

Na Lojinha da Maria Claudia Serra de Oliveira, você encontra vestidos e macacões que já fizeram parte do guarda-roupa da Stella Marina. “Da mesma forma que procuro roupas em boas condições, procuro vender as minhas dessa forma”, diz.

Com a bebê completando 1 ano e 4 meses, a mãe está muito feliz nessa nova empreitada. “Sinto que tenho o controle em relação ao meu trabalho e meus horários. Assim, posso passar mais tempo com minha filha”, finaliza.

Você pode fazer o mesmo que Maria Claudia: incentivar o consumo consciente e se recolocar no mercado de trabalho a partir do empreendedorismo. Basta criar a sua loja no site Antes de Mim e anunciar as peças!

Leia também:

Como organizar o tempo para dar conta das atividades do dia a dia?

Mãe quer ensinar filho a ser sustentável e dá o exemplo criando brechó online

Tradição de família é passada adiante e mãe decide anunciar o item online