Família

Estudo diz que o irmão mais velho é mais inteligente que o caçula e você vai se surpreender com o motivo

A pesquisa afirma a diferença já pode ser notada no primeiro ano de vida do irmão mais novo

Emily Santos

Emily Santos ,filha de Maria Teresa e Francisco

Irmãos mais velhos são mais inteligentes, diz estudo (Foto: iStock)

Diversos estudos analisam as diferenças comportamentais, cognitivas e de personalidades entre irmãos, e uma pesquisa recente publicada no The Journal of Human Resources revelou mais um aspecto que pode ser diferente de um irmão para outro.

De acordo com a pesquisa dirigida por Jee-Yeon K. Lehmann, Ana Nuevo-Chiquero e Marian Vidal-Fernandez, os irmãos mais velhos são mais inteligentes do que os mais novos.

O estudo avaliou dados do Children of the National Longitudinal Survey of the Youth, sobre jovens de 14 a 21 anos por cerca de 40 anos e concluiu que os mais velhos têm vantagens sobre os caçulas.

“Já com 1 ano de idade, os filhos caçulas apresentam uma pontuação menor nas avaliações cognitivas do que os irmãos mais velhos, e a lacuna na ordem de nascimento na avaliação cognitiva aumenta até o momento da entrada na escola e permanece estatisticamente significante a partir de então”, o estudo afirma.

A análise explica que provavelmente isso se deve à diferença do tipo de paternidade/maternidade que os pais aplicam a cada filho. No entanto, as pesquisadoras afirmam que isso não tem relação com a predileção dos pais pelos primogênitos, e sim com a disposição e aprendizados que os próprios pais têm entre o nascimento de um filho para outro.

Em entrevista ao jornal Today, Jee-Yeon K. Lehmann explicou que durante a gravidez e primeiros anos do primeiro filho, os pais têm mais disposição para ler para as crianças, ensinar o alfabeto e dar brinquedos educativos, por exemplo.

Isso se difere um pouco do provável tratamento que os mais novos receberam em relação a itens como estes. “A cada criança, os pais tendem a relaxar mais e mais sobre o que eles podem considerar como necessidades não essenciais para seus filhos”, a pesquisadora explicou.

“A lição aqui para os pais é que os tipos de investimentos que você faz nos seus filhos são muito importantes, especialmente aqueles que você faz nos primeiros anos de vida das crianças. Todas as atividades de aprendizado que você fez com seu primeiro filho como pais excitados, nervosos e excessivamente zelosos parecem realmente ter algum impacto positivo e duradouro em seu desenvolvimento”, Lehmann conclui.

Leia também:

Irmãos mais novos ensinam empatia para os mais velhos, defende estudo

Estudo afirma que ter irmão torna a gente uma pessoa melhor

Estudo afirma que irmãos mais velhos realmente têm vantagem